Somando as duas etapas realizadas, 90 pacientes que aguardavam por cirurgias foram atendidos; em outubro, um novo mutirão será realizado

O Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM), em São Luís (MA), acaba de promover a segunda etapa do mutirão de cirurgias urológicas, com encerramento marcado no último domingo (1/09). No início do mês, 45 pacientes já haviam sido atendidos na especialidade. O mutirão faz parte das ações para diminuir a fila de espera de pacientes que aguardam atendimento. Foram registrados 90 atendimentos nas duas fases da iniciativa.

A urologia é uma das especialidades que mais apresentam demanda no HCM, segundo explica o diretor-geral da unidade, Edilson Medeiros. “Essa demanda tem crescido exponencialmente e por isso houve esse redirecionamento da rede estadual de saúde para atender toda a demanda de casos urológicos. Em outubro, daremos continuidade ao mutirão atendendo casos de maior complexidade para evitar complicações que deixem sequelas definitivas”, explicou o médico.

Os pacientes são regulados e passaram por triagem, que avalia as condições de saúde para submissão à cirurgia. Os procedimentos cirúrgicos têm duração entre 45 minutos e 1 hora, com pós-operatório de, em média, 24 horas para observação.

Rapidez no atendimento – Os pacientes desta etapa destacaram a agilidade na realização da cirurgia como ponto importante do mutirão. Natural da cidade de Cajari, distante 215 Km da capital do estado, o agricultor Ronald Boes Frazão, 24 anos, pensou que passaria meses aguardando atendimento. “Consultei aqui mesmo no HCM e quase um mês depois já marcaram minha cirurgia. Foi bem rápido e o atendimento é ótimo. Esse mutirão pode ajudar muitas pessoas que precisam”, pontuou o agricultor.

O técnico de informática, David Anderson Correia, 34 anos, também expressou a satisfação pela rapidez em realizar a cirurgia. “Imaginei que fosse esperar uns meses e estou bem surpreso de ter tido logo esse atendimento. Entre a primeira consulta e o retorno para a cirurgia, que eu me lembre, não demorou um mês e meio”, contou o paciente que foi submetido ao procedimento de frenuloplastia.

O mutirão da unidade de saúde gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde realizou cirurgias de hidrocele, varicocele, vasectomia, retirada de duplo J, penectomia, cistoscópio, cistolitotomia, RTU, ureterorrinolitotipsia e outros procedimentos urológicos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.