Não é o primeiro caso, mas aguarda-se que seja o último. Minha filha Maria Luiza, a Malu, nasceu quinta-feira, na clínica Natus Lumine, no Araçagy, por volta das 17h20, um serviço de parto excelente, rápido e, sobretudo, seguro. Mas só Deus sabe e nossa família dos momentos que passamos para garantir o parto quando o Plano de Saúde Unimed Norte/Nordeste foi descredenciado pela Clínica São Marcos, faltando poucos dias para o nascimento de mais uma filha amada.

A desorganização administrativa da Unimed tem levado muitos ao sofrimento. Imagine você pagar três anos do plano e quando precisa não tem a garantia de ser atendido. Com o descredenciamento, vários exames foram pagos por fora, aumentando os custos da gravidez. Aliás -diga-se de passagem- uma gravidez de risco. De noites pouco dormidas por causa de constantes problemas que apareciam.

Para garantir o parto, foi preciso ingressar na Justiça em razão da observação do obstetra que recomendou a urgência na preparação do nascimento da bebê, que já forçava sair do ventre da mãe. No plantão do juiz Lucas Neto foi expedida uma liminar justa e humanitária e a clínica prontamente atendeu para ser ressarcida pela Unimed.

Tão logo a minha companheira Thamara esteja completamente restabelecida, coisa de mais uns dez dias, iremos providenciar a migração para outro plano. É o que aconselho para quem não quer sofrer no momento em que precisar de atendimento médico e não ser recebido.

Para que se tenha ideia, no dia anterior ao nascimento, o Plano Unimed informou que estavam disponibilizados o Hospital das Clínicas, aqui em São Luís, sem a menor referência em serviços de partos, e uma clínica em Caxias. É muita falta de vergonha na cara!

Não vejo, por outro lado, uma ação concreta do Procon quando o assunto é o desleixo de planos de saúde. O único jeito é bater às portas da Justiça e obrigar o plano a pagar aquilo que é devido e que o usuário tenha os danos morais ressarcidos.

Por último, agradeço a compreensão dos leitores que ficaram por quatro dias observando a queda na produção de notícias do blog. Foi o período que, em oito anos do site, tirei férias.

E já de volta ao batente, que é o o que interessa!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.