“Isso é um absurdo, o governo do Estado demitir os funcionários e não ser indenizados”, disse um dos trabalhadores que perdeu o emprego que tinha desde janeiro na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Itaqui Bacanga, em São Luís.

UPA Itaqui Bacanga, em São Luís

São pais de família que estão passando por dificuldades e até hoje não receberam as rescisões. Segundo denúncia, há mais de sessenta ex-funcionários nessa situação. Lamentável!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.