O vereador Álvaro Pires (PMN) apresentou à Câmara Municipal um projeto de lei que trata sobre a promoção da Cultura Oceânica e Portuária na rede municipal de ensino de São Luís.

Vereador Álvaro Pires

Entende-se Cultura Oceânica e Portuária, como o conjunto de processos que promove o letramento oceânico e a dinâmica nos portos, ou seja, a compreensão dos princípios essenciais e conceitos fundamentais, que permitem conhecer a influência do oceano sobre nós e nossa influência sobre o oceano”, explicou Álvaro Pires.

Segundo a proposição apresentada, a difusão da Cultura Oceânica e Portuária seguirá as diretrizes curriculares das instituições de educação da capital. “A promoção ocorrerá de acordo com estrutura curricular da Secretaria Municipal de Educação, e ou Universidade Federal do Maranhão e demais instituições de ensino superior, por meio de componentes curriculares já pré-existentes, desde a educação infantil até o ensino fundamental, bem como a educação de jovens e adultos, como um objeto de estudo integrador de diferentes conhecimentos”, esclarece o texto do projeto de lei.

De acordo com Álvaro Pires, tornar a Cultura Oceânica e Portuária conhecida entre os ludovicenses pode contribuir para o desenvolvimento econômico da cidade: “São Luís precisa viver a Região Portuária do Itaqui. O porto é de São Luís. A nossa capital precisa desvirar as costas para o porto e para nosso oceano. Negar a existência da Região Portuária do Itaqui é negar investimentos, negar oportunidades, negar arrecadação e negar possibilidades de geração de emprego e renda ao nosso povo ludovicense”, defendeu o parlamentar.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.