Os membros da quadrilha estavam usando nome de pessoas falecidas e abriam contas bancárias em Miranda do Norte, mas acabaram presos pela polícia na manhã de ontem, sexta-feira (12).

Um jovem de 27 anos e um idoso de 70 anos foram presos em posse de documentos fraudados para receber benefícios do INSS através de cartões bancárias de pessoas mortas.

Policiais que investigam o caso acreditam que existem outras pessoas envolvidas no crime e novas descobertas e prisões podem axcontecer a qualquer momento.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.