Está aí o motivo do abandono da saúde em São José de Ribamar. Um verdadeiro escândalo. O empresário Mário Peixoto, preso nesta quinta-feira no Rio de Janeiro, suspeito de pagar propina em troca de contratos na saúde pública para suas empresas, está por trás do Instituto Unir Saúde – UNIR, que tem contrato milionário com a Prefeitura de São José de Ribamar.

O contrato de R$ 20.303.004,00 (vinte milhões trezentos e três mil e quatro reais) foi firmado entre a organização social usada por Peixoto e a Prefeitura de Ribamar no dia 15 de dezembro de 2017 para gerenciar o hospital e a maternidade de São José de Ribamar. O responsável pela celebração do contrato foi o secretário municipal de Saúde, Tiago José Mendes Fernandes.


O Instituto Unir Saúde – UNIR é de propriedade de Leonardo de Azevedo Assunção e está localizada no Rio de Janeiro (RJ). Mas investigações da Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal descobriram que a UNIR é uma das organizações usadas por Peixoto para conseguir contratos para suas empresas.

Enquanto isso, em plena pandemia do Covid-19, a população ribamarense fica à mercê do descaso na saúde municipal, sem leitos, equipamentos e EPIs para os profissionais de saúde. Não é à toa que já foi aprovada e está em fase inicial de trabalhos a CPI da Saúde, na Câmara Municipal de Ribamar. Com certeza muitas irregularidades serão descobertas. É esperar para ver.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.