Com a prisão decretada desde o dia 9, Yan continuou internado, mas devido as pressões do Ministério Público e sociedade contra as manobras que o impediam de deixar o hospital, ontem à noite ele recebeu alta. E foi logo encaminhado para Pedrinhas.

Ele foi levado para o Núcleo de Saúde do Complexo Presidiário e já teve negado vários pedidos de soltura, inclusive no STJ. Os advogados de Yan tentam mostrar que o jovem não estava embriagado na noite do acidente para provar que houve uma fatalidade.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.