Homem é preso por estuprar a própria filha em São Luís

    Por Neto Ferreira

    Um homem de 42 anos de idade foi preso preventivamente na tarde da última quinta-feira(7), sob suspeita de ter cometido o crime de estupro de vulnerável contra a sua filha, uma menor de 12 anos de idade. A prisão foi executada no bairro do Fumacê, em São Luís.

    Segundo a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente(DPCA), a mãe da vítima teria perdido a guarda dos filhos, que já estavam em processo de adoção, mas o investigado resolveu ficar com os filhos. Os abusos sexuais contra a menor teriam iniciado a partir da separação dele com a última companheira, há 5 anos, na época a vítima tinha entre 6 ou 7 anos de idade.

    O crime foi revelado após uma denúncia anônima feita ao Conselho Tutelar de maus tratos, sendo que posteriormente a menor relatou os abusos sofridos. A Polícia Civil deu início ao inquérito representada pela prisão e o investigado encaminhado à Penitenciária.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Funcionário dos Correios no Maranhão é preso pela PF por desvios de itens do fluxo postal

    A Delegacia da Polícia Federal de Imperatriz cumpriu, na quarta-feira (06/10), na cidade de Campestre/MA, um mandado de busca e apreensão na casa de um funcionário dos Correios suspeito de desviar diversos itens do fluxo postal da empresa pública.

    Durante o cumprimento do mandado, foram encontradas na residência do investigado as mercadorias que estavam sendo monitoradas e que deveriam ser entregues aos destinatários no dia 05, além disso, os policiais federais encontraram no lixo diversas notas fiscais em nome de terceiros.

    Segundo a investigação, o suspeito praticava o desvio de forma reiterada, o que incluiu a rota postal como uma das mais ofensoras do indicador de extravios do Estado do Maranhão. O suspeito foi preso em flagrante pelo crime do art. 312 do Código penal, cuja pena máxima é de 12 anos de prisão.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Sequestradores e traficantes agora ‘trabalham’ com PIX e até cartão de crédito

    Até a bandidagem aderiu a prática de recebimentos via PIX. Os sequestros-relâmpago, por exemplo, que exigem esse tipo de pagamento para liberar as vítimas são cada vez mais comuns, principalmente nas grandes cidades. Isso por que se antes os criminosos corriam risco ao levarem as vítimas até caixas eletrônicos, agora basta levá-las para um lugar afastado e executar as transferências bancárias.

    Drogas e objetos apreendidos com o meliante

    Além de sequestradores e assaltantes, os traficantes também aderiram ao uso do PIX, e até do cartão de crédito. Ontem, a Polícia Civil do Maranhão com apoio da Guarda Municipal de São José de Ribamar, prendeu em flagrante um homem de 18 anos de idade, no bairro Turiuba IV, em São José de Ribamar, comercializando drogas.

    Após denúncias, a polícia chegou até a casa do indivíduo que estava de posse de um tijolo de maconha prensado, 97 trouxinhas da mesma erva prontas para o comércio, 29 porções de crack, celulares, dinheiro trocado, máquina de cartão de crédito e uma balança de precisão. Ele foi preso.

    Conforme informou o delegado Jader Alves, o investigado vendia drogas e recebia os pagamentos via PIX ou através de cartão de crédito.

    O preso foi apresentado na sede da delegacia de polícia para prestar mais esclarecimentos, em seguida foi encaminhado à Unidade Prisional onde encontra-se à disposição da Justiça.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Polícia Civil prende 7 em operação ‘Animus Necandi’ em quatro cidades do Maranhão

    A Polícia Civil do Estado do Maranhão realizou cumprimento de cinco mandados de prisão temporária, assim como 14 mandados de busca e apreensão, todos relacionados aos crimes, em tese, de homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa, além da prisão em flagrante de dois indivíduos por porte ilegal de arma de fogo.

    Foto Reprodução

    As investigações foram realizadas pela Delegacia de Polícia Civil Regional de Rosário, após o ataque ocorrido no município de Presidente Juscelino, que causou a morte de 2 pessoas e feriu outras 6 pessoas, no último dia 18 de Julho, quando várias pessoas utilizaram um veículo roubado e chegaram atirando indiscriminada nas pessoas do bar.

    Após isso, foram apresentadas representações criminais, prontamente deferidas pelo juízo local.

    No curso das investigações, as autoridades policiais vinculadas a Delegacia Regional de Rosário, identificaram a participação de indivíduos faccionados residentes na cidades de Axixá, Presidente Juscelino, Cachoeira Grande e São Luís.

    No decorrer da operação, além do cumprimento de 05 Mandados de prisão, e 14 busca e apreensão, foi apreendido o seguinte:

    – 01 (um) veículo Prisma utilizado no ataque criminoso;
    – 01 (um) veículo Gol;
    – R$ 2750,00 (dois mil setecentos e cinquenta reais);
    – 10 (dez) aparelhos celulares;
    – 01 (um) DVR;
    – 01 (uma) CPU;
    – 01 (uma) espingarda calibre .12;
    – 01 (uma) espingarda calibre .20;
    – Diversos cadernos com anotações relativo ao tráfico de drogas;
    – Tabela com o Código “Q” utilizado pelas forças de segurança;

    A Operação contou com a participação de aproximadamente 70 policiais civis e militares, esses lotados nas unidades policiais da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), do Grupo de Pronto Emprego (GPE), Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), GRT, Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos, BOPE e 27º BPM (PMMA).

    Após as formalizações das prisões, os presos foram encaminhados ao sistema prisional onde ficarão à disposição da justiça.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Depois de perder mandato, deputada Flordelis é presa no Rio de Janeiro

    A Polícia Civil do Rio de Janeiro confirmou a prisão efetuada ontem, sexta-feira 13, da ex-deputada federal Flordelis acusada de tramar a morte do marido, pastor Anderson.

    O líder evangélici foi assassinad0 na porta de casa em 16 de junho de 2019. Nesta semana, a deputada teve o mandato cassado pelo plenário da Câmara Federal. É só o início do inferno astral que Flodelis começa a viver

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Juízes do ES suspeitos de venda de sentença se apresentam após Justiça determinar prisão

    G1 ES

    Os juízes Alexandre Farina Lopes e Carlos Alexandre Gutmann se apresentaram no quartel da Polícia Militar do Espírito Santo, em Vitória, onde ficarão presos em celas especiais, no final da noite desta quinta-feira (29).

    Juízes Alexandre Farina e Carlos Gutmann — Foto: Reprodução/TV Gazeta

    O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) decretou a prisão preventiva dos juízes, que já estavam afastados das funções por suspeita de venda de uma sentença de 2017.

    As defesas dos juízes negam que eles tenham cometido irregularidades.

    Também foram determinadas as prisões preventivas do empresário Eudes Cecato e de Davi Ferreira da Gama. A sentença de março de 2017 diz respeito a interesses imobiliários de Eudes na Serra.

    Os pedidos de prisão foram feitos pelo Ministério Público e aceitos pelo TJES.

    Durante a sessão em que os desembargadores do Tribunal de Justiça decidiram pelas prisões por unanimidade, a procuradora-geral de Justiça, Luciana Andrade, explicou que o pedido de prisão dos juízes não foi feito antes, na apresentação da denúncia, porque o Ministério Público entendeu que o afastamento deles seria já uma medida adequada.

    Mas, de acordo com a procuradora, esse afastamento não foi suficiente para impedir que os denunciados atrapalhassem as investigações do Ministério Público.

    Luciana Andrade disse que durante o procedimento criminal e depoimentos ficou evidenciado um cenário de contínua interferência na produção de provas pelos investigados. Por isso, o Ministério Público optou por pedir agora a prisão preventiva.

    Suposta venda de sentença

    O suposto esquema foi descoberto durante a investigação do assassinato da médica Milena Gottardi. O ex-marido dela, o ex-policial civil Hilário Frasson, está preso e é réu como mandante do crime. De acordo com as investigações, o ex-policial participou como intermediador entre o empresário e um dos juízes.

    Como o assassinato de Milena aconteceu meses depois, não há ligação entre a sentença supostamente negociada e o crime.

    O processo do Tribunal de Justiça traz a transcrição de mensagens trocadas entre Hilário Frasson e o juiz Alexandre Farina. O juiz, de acordo com a investigação, intercedeu com Gutmann pela sentença favorável ao empresário.

    Outro lado

    As defesas dos dois juízes negam que eles tenham cometido irregularidades.

    O juiz Alexandre Gutmann emitiu nota em que diz atestar sua inocência. Ele garantiu que não há e não surgirá “uma única comunicação com os demais investigados que possa ser associada a tratativas, negociações, favores indevidos ou infrações de deveres funcionais”.

    Disse também que tem confiança de que a Justiça vai apurar todos os fatos, “considerando seu histórico pessoal e profissional de reputação ilibada”.

    A Justiça, com competência e sensibilidade, vai chegar à verdade, distinguindo entre onde existem fatos e onde existem apenas aparências e conjecturas”, diz parte da nota.

    A defesa de Alexandre Farina disse em nota que, apesar dos argumentos jurídicos apresentados pela relatora do caso, desembargadora Elizabeth Lordes, discorda integralmente da decretação de prisão preventiva.

    “Isso porque, há menos de 15 dias, em sessão do Pleno do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), foram analisadas e deferidas medidas cautelares de natureza pessoal, ou seja, diversas da prisão preventiva. Desde então, não há qualquer interferência nas investigações por parte de dos investigados, em especial, do magistrado Alexandre Farina Lopes. Diante disso, a prisão preventiva neste momento é descabida e desnecessária, o que será demonstrado pela defesa em recurso próprio”, diz parte da nota.

    A reportagem busca contato com as defesas de Eudes Cecato, Davi Ferreira da Gama e Hilário Frasson.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    DJ Ivis é preso por agredir a esposa durante e depois da gravidez

    Acaba de ser preso o produtor musical Iverson de Souza Araújo, mais conhecido como DJ Ivis, após grande repercussão do vídeo com cenas fortes de agressão física contra a esposa, Pamella Holanda. 

    Foto Reprodução

    A preventiva foi decretada pela Polícia Civil do Ceará. Ivis responde por lesão corporal grave e ficará a disposição da Justiça a partir de agora.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Policial militar é preso em Timon como suspeito de matar namorada menor de idade em Coroatá

    A informação foi divulgada pelo Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, ainda há pouco.

    O Cabo da PM Gilgleidson com Ana Carolina

    O cabo da PM Gilgleidson Pereira Melo, lotado na cidade de Coroatá, foi preso nesta sexta-feira (9) na cidade de Timon. Ele é suspeito de matar a menor de idade Ana Carolina da Silva Carvalho, de 17 anos, com um tiro no peito, no sítio onde viviam, no bairro Mocó, na última segunda-feira (5).

    O pedido de prisão foi feito pelo departamento de feminicídio da Polícia Civil e decretado pelo poder Judiciário do Estado. O mandado foi encaminhado ao Comando Geral da PMMA que executou a prisão.

    Na noite do crime, o suspeito disse que a casa onde vivia o casal seria invadida por bandidos e que, durante troca de tiros, Ana Carolina foi atingida e acabou morrendo.

    O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Maranhão. O PM preso está recambiado para São Luís e será inquirido pela delegada da Superintendência de Homicídios, Wanda Moura.

    Veja o que disse o secretário Jefferson Portela à imprensa.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Colombiano é preso em flagrante fazendo ‘delivery’ de maconha e cocaína em São Luís

    Um ação integrada da Polícia Civil (13ºDP) e da Polícia Militar (20ºBPM) culminou na prisão de um colombiano, de 30 anos de idade, na noite da última quarta-feira (7), por tráfico de drogas no bairro Cohatrac, em São José de Ribamar, Região Metropolitana de São Luís.

    Plantão de Polícia Civil do Cohatrac

    O estrangeiro, que não teve o nome revelado, foi interceptado e preso em flagrante quando fazia “delivery” de duas porções de maconha e uma de cocaína cor de rosa na localidade. Com ele a polícia apreendeu a quantia de R$ 390,00 e uma motocicleta utilizada no transporte das drogas.

    Após prestar esclarecimentos, o colombiano foi encaminhado à Central de Custódias e Flagrantes de São Luís.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Homem que flagrou namorada beijando outro e o matou a tiros é preso em Imperatriz

    A Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Homicídios-DHPP/Imperatriz, prendeu ontem (26), um homem, que não teve o nome divulgado, pelo crime de homicídio contra Ronildo Barros de Oliveira, de 20 anos, ocorrido em Setembro do ano passado no bairro Itamar Guará na cidade de Imperatriz, no Maranhão.

    Foto Reprodução: Polícia Civil

    De acordo com investigações, o preso estava em uma casa ingerindo bebida alcoólica na companhia de outros indivíduos, momento em que foi ao banheiro e ao retornar presenciou a namorada beijando a vítima. O acusado deixou o local em uma motocicleta mas retornou e efetuou vários disparos de arma de fogo contra Ronildo que morreu no hospital, pouco tempo depois.

    O preso é também suspeito de ter praticado outro crime no dia 1º de Janeiro de 2021. Ele seria o autor do homicídio contra Mateus Gomes dos Santos, fato ocorrido no Bairro Parque Amazonas no momento em que a vítima comemorava seu aniversário.

    O acusado foi recolhido para Unidade Prisional de Imperatriz e se encontra a disposição da Justiça. O caso segue investigado pela DHPP/ITZ

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Quatro pessoas são presas e conduzidas à PF em Imperatriz com dinheiro falso

    A Polícia Militar do Maranhão apresentou na Delegacia de Polícia Federal de Imperatriz, na noite desta terça-feira (25) quatro pessoas presas em flagrante por colocarem em circulação e guardarem cédulas falsas no município de Cidelândia, no Maranhão.

    Delegacia de Polícia Federal em Imperatriz – MA

    Os policiais militares informaram que receberam informações de que uma mulher havia repassado uma cédula falsa de R$ 20,00 em uma mercearia do município de Cidelândia, a qual estava acompanhada de 3 homens em um veículo S- 10 de cor branca. Então, passaram a realizar diligências para localizar os suspeitos e o veículo mencionado.

    O veículo foi avistado na saída da cidade e abordado pelos policiais militares, que encontraram em seu interior e com os conduzidos, a quantia de R$ 970,00 em cédulas aparentemente falsas de R$ 20,00, R$ 50,00 e R$ 100,00.

    Por fim, ao serem inquiridos pela Autoridade Policial, os presos negaram que tivessem conhecimento sobre a falsidade das cédulas apreendidas. Diante disso, foi dada voz de prisão para os conduzidos, os quais foram apresentados na DPF/ITZ/MA para lavratura de auto de prisão em flagrante pelo crime de moeda falsa, tipificado no art. 289, §1º, do Código Penal.

    Os presos permaneceram na DPF/ITZ/MA pelo tempo da lavratura do auto de prisão em flagrante, tendo sido transferidos na manhã do dia 26/05/2021 para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Mandante de atentado contra delegacia de Timon é preso no Maranhão por tráfico de drogas

    Uma mega operação foi deflagrada nesta terça-feira (25) pela Polícia Civil do Maranhão que resultou na prisão em flagrante de um homem de 31 anos de idade pelo crime de tráfico de drogas na cidade de Timon. De acordo com a polícia, o indivíduo seria o mandante do atentado a tiros contra a sede do 2° DP de Timon ocorrida na noite do último dia 15 de maio. Na ocasião a delegacia foi atingida por vários disparos efetuados por três criminosos que fugiram.

    Delegacia de Timon, no Maranhão, alvo de bandidos

    A operação que culminou na prisão de ontem, contou com a participação de policiais civis do 1°,2° e 4° DP , além da DENARC e DHPP , e tinha como objetivo cumprir um mandado de busca e apreensão em uma residência na Vila Bec onde foi executada a prisão em flagrante do autuado pois várias trouxas de maconha foram apreendidas no imóvel.

    As investigações iniciais foram realizadas pelo 2° DP logo após o atentado a tiros sofrido no prédio da distrital onde se passou a realizar diligências para identificar os autores, sendo identificados os três autores dos disparos, dois adolescentes infratores e um adulto, tendo um dos adolescentes sido apreendido no dia 19 de maio por força de mandado de internação e os demais estão sendo procurados.

    O preso foi apresentado na Central de Flagrantes de Timon onde será autuado em flagrante e depois encaminhado à UPR local.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.