Projeto de contação de histórias ganha Prêmio Baobá de Literatura, neste fim de semana, em São Paulo. Criado na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, o projeto foi tema da edição deste domingo (28) de artigo do gestor municipal, publicado no Jornal Pequeno. O reconhecimento nacional é fruto do trabalho realizado por professoras da rede, que se dedicam a incentivar a leitura aos alunos. O prefeito Edivaldo pontuou, ainda, outras iniciativas que visam contribuir com o desenvolvimento cidadão das crianças.

“Com o trabalho das contadoras e de tantos outros educadores comprometidos com o ensino de São Luís, estamos formando uma geração de crianças que apreciam a leitura. É um trabalho fundamental para o desenvolvimento infantil, tanto educacional como também emocional, social e cognitivo, contribuindo para a descoberta de novas habilidades, aumento do vocabulário, da imaginação e da criatividade. A mim, como gestor, aos professores e aos pais e responsáveis pelas crianças cabe influenciar de maneira positiva nesse processo de formação de cidadãos”, ressaltou o gestor municipal.

A ação premiada tem a proposta de incentivar a leitura – com a atuação de professoras especializadas em literatura infantil -, de resgatar e valorizar os autores maranhenses e de promover a cultura local. Um dos diferenciais do trabalho é de apresentar esse universo dos livros por meio da contação de histórias, que estimula o lúdico das crianças. O projeto é ainda mais fascinante por ter uma integrante deficiente auditiva, que faz a contação na Língua Brasileira de Sinais (Libras), mais uma das nossas ações de educação inclusiva. Toda a iniciativa percorre as escolas da nossa rede e, por onde passa, leva encantamento e mostra um novo horizonte para os estudantes.

Ao longo do artigo, outras ações, iniciativas da Prefeitura de São Luís, foram também citadas como destaques por fomentar o gosto pela leitura, como a implantação das minibibliotecas, dos cantinhos da leitura e do programa Biblioteca Móvel (Giroteca com acervos físico e on-line), além da Feira do Livro, maior evento literário do Maranhão, realizado anualmente pela Prefeitura de São Luís, e que mobiliza milhares de pessoas de todas as idades.

“Esse conhecimento que é adquirido também por meio da leitura é o maior legado que se pode deixar para a vida das nossas crianças, pois é o que vai acompanhá-las para o resto de suas vidas. Por isso, agradeço pela dedicação e sensibilidade da Sinara, Rosângela, Raíssa, Luciane e de todos os educadores da rede municipal de ensino de São Luís que nos ajudam a transformar os rumos da história de milhares de meninos e meninas todos os dias, abrindo portas para novas experiências, aventuras, imaginação, criatividade e, sem dúvida, um futuro melhor e menos desigual”, finalizou o prefeito Edivaldo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.