Exigência de documento com foto para votar cria novo clientelismo no Maranhão

Folha. com

A exigência de apresentação de um documento com foto, além do título eleitoral, para votar criou um novo mercado para o clientelismo eleitoral no interior do país.

No Maranhão, cabos eleitorais pagam o transporte para jovens de famílias de baixa renda tirarem a carteira de trabalho, e ficarem aptos para a votação. A oferta pressupõe o compromisso de voto nos candidatos que bancam a viagem.

A reportagem da Folha ouviu relatos dessa compra indireta de votos nos municípios de Cachoeira Grande e de Morros, situados a cerca de 100 Km da capital maranhense, na região conhecida como Vale do Munin, em referência ao rio que corta as localidades.

A estudante Silmara Cruz, 18, contou que ela e a irmã Cecília, 19, tiraram carteira de trabalho dessa forma, na semana passada. Ela disse que viajou com mais sete jovens a Axixá, um município vizinho, para obter o documento, com passagem paga por pessoa ligada ao grupo de Roseana Sarney(PMDB).

A jovem é aluna do segundo grau do Centro de Ensino Tancredo Neves, uma escola pública estadual com 580 alunos. A diretora adjunta da escola, Marizete Santos, disse que a maioria dos estudantes não tem carteira de identidade, nem CPF, o que, inclusive, impede a participação deles nos exames do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Dos 68 alunos que concluíram o ensino médio na escola, no ano passado, 30 ainda não retiraram o histórico escolar por falta de carteira de identidade, o que dá uma dimensão do problema.

Aleff Oliveira Reis, 17, aluno do 2º ano do ensino médio, também viajou a Axixá, para tirar carteira de trabalho, com passagem custeada pelo PMDB.

O jovem disse que não conseguiu o documento no próprio município, porque a prefeitura alegou que estava sem o material para a emissão da carteira de trabalho.

Davi Teixeira, 18, mora com a avó, um prima, um irmão e um sobrinho, a 5Km de Morros. Ele e a avó plantam milho, mandioca e feijão para subsistência da família. O jovem cursa o 3º do ensino médio e não tem carteira de indenidade, nem a de trabalho, mas defende a exigência de um documento com voto para votação, para evitar fraude.

Disse que a situação financeira da família é muito difícil, e ele não pode gastar R$ 35 para ir a São Luís tirar a carteira de identidade. Disse que daria o voto para presidente a Dilma Rousseff, por causa de Lula, e que está indeciso em relação à eleição para governador.

Em Cachoeira Grande, estudantes contaram que os cabos eleitorais pagaram viagem até São Luís para a obtenção de carteira de identidade, e que enviavam uma pessoa na véspera para obter as senhas par agilizar o atendimento ao grupo.

OUTRO LADO

A assessoria da governadora Roseana Sarney, que disputa a reeleição numa coligação de 16 partidos, negou haja dificuldade para obtenção de carteira de identidade e CPF no Estado.

Segundo a assessoria, o governo mantém 20 ônibus equipados com material necessário para emitir os documentos, circulando pelos municípios, e não haveria “demanda reprimida”.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Flávio Dino lidera grande caminhada pelas ruas do Coroado

Flávio Dino faz caminhada pelas ruas do bairro do CoroadoFlávio Dino faz caminhada pelas ruas do bairro do Coroado

Flávio Dino foi recebido com festa na manhã desta quarta-feira no bairro do Coroado onde participou de uma grande caminhada em mais uma atividade de campanha rumo ao Governo do Estado. Durante o percurso, recebeu abraços, acenos e muita demonstração de carinho. Moradores e comerciantes do Coroado fizeram questão de saudar Flávio Dino e parabenizá-lo por sua campanha e pela participação no debate da TV Mirante.

“Flávio Dino foi, sem dúvida, o melhor. Mostrou que conhece o Maranhão e tem propostas para melhorar o nosso estado”, disse a dona de casa Euzébia Sampaio. Segundo ela, a falta de saneamento básico e segurança são os dois principais problemas que afligem os moradores do bairro. Flávio Dino disse que é meta do seu governo eliminar os esgotos a céu aberto, levar água para a casa de todos os maranhenses e aumentar o efetivo policial e valorizar os servidores da área de segurança do estado. Flávio Dino disse que estava feliz com a repercussão do debate na área do Coroado e Redenção. “Recebi muitos cumprimentos. Muito obrigado”, agradeceu.

O candidato da Coligação Muda Maranhão aproveitou o encontro para pedir o empenho de cada morador no dia da eleição. “Essa campanha é de todos nós, por isso cada um de nós deve ser um fiscal no próximo domingo, dia 3, data da votação”, realçou. Flávio disse que fará campanha até sábado tanto em São Luís quanto no interior do estado. “Vamos concluir o primeiro turno com a visita a mais de 100 cidades maranhenses”, garantiu.

Do bairro do Coroado Flávio Dino seguiu para o interior do estado onde fez campanha nas cidades de Poção de Pedras, Esperantinópolis, Joselândia, Itapecuru e Vargem Grande. “Vamos trabalhar muito nesta reta final até o dia 3 de outubro”, disse Flávio. Nesta quita-feira, ele retorna a São Luís onde fará caminhada no bairro da Ilhinha. À tarde segue para Caxias e Timon.

Da assessoria

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Vamos derrotá-los novamente no voto”, diz Jackson na Região Tocantina

Jackson Lago, candidato ao governoJackson Lago, candidato ao governo

O candidato a governador Jackson Lago, da coligação “O Povo é Maior” (PDT-PSDB-PTC) , cumpriu uma intensa agenda de campanha por sete municípios da Região Tocantina.

Em João Lisboa, Buritirana, Amarante, Itinga, Açailândia, Porto Franco e Estreito, a caravana liderada por Jackson Lago, composta pelo candidato a vice-governador, Pastor Luis Porto, candidatos ao senado Edson Vidigal e Roberto Rocha, candidatos a deputado estadual e federal, prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, de Porto Franco, Deoclides Macedo, de Açailândia, Ildemar Gonçalves, e de outras lideranças políticas da região, foi recebida com entusiasmo pela população.

Jackson Lago em grande carreata diz ganhar essas eleiçõesJackson Lago em grande carreata diz ganhar essas eleições

Em Imperatriz, cerca de 6 mil populares ocuparam mais de dois mil veículos e outro numero incalculável de pessoas foi às ruas para aclamar Jackson Lago e sua comitiva.

Para o candidato Jackson Lago não há mais dúvida de que o povo do Maranhão não quer mais viver sobre o domínio do grupo Sarney. “Essas manifestações nos dão a certeza da vitória. Nossos irmãos maranhenses querem mostrar para o país que o Maranhão não pertence mais a uma única família. O Povo estar preparando uma grande surpresa nas urnas para o próximo domingo. Vamos para o segundo turno e vamos vencer”, disse Jackson Lago, confiante no retorno ao Palácio dos Leões, através do voto popular.

Em cada cidade, o candidato ao governo do estado Jackson Lago, agradecia o apoio recebido durante a campanha eleitoral e conclamava todos a ajudar a votar e a fiscalizar o pleito para impedir que a vontade do povo seja desrespeitada. Questionado sobre a insegurança jurídica por conta do empate sobre aplicação da Lei complementar 135/2010, Jackson disse que o povo sabe muito bem quem tem “ficha suja” no Maranhão. “Não vamos facilitar para eles, vamos lutar até o fim e vamos derrotá-los novamente no voto. É disso que eles têm medo”, acrescentou.

Nesta quinta-feira, (30) Jackson Lago visita a cidade de Balsas, na região Sul do Maranhão e no final da tarde, encerra as atividades de campanha com uma grande caminhada pela Rua Grande, no Centro de São Luis.

Da assessoria

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Vidigal trabalhará defende a reativação da estação de trem em Imperatriz

O candidato ao Senado Edson Vidigal da coligação O Povo é Maior, afirmou nesta quarta-feira que no Senado irá lutar para que seja reativada a estação de trem da Vale em Imperatriz, no sentido de facilitar o transporte da população que se utiliza do transporte ferroviário. Vidigal está o lado de Jackson Lago visitando os municípios da região tocantina.

O ministro explicou que com o fechamento do terminal de Imperatriz, os moradores do município são obrigados a se deslocar 95km até o povoado de Pequiá em Açailândia, onde a estação da Vale está em funcionamento.

“Ainda vou pensar e discutir com o governador a maneira mais hábil para reativarmos a linha de Imperatriz, em conversas com a companhia”, disse.

Vidigal fez questão de elogiar a Vale afirmando que é uma empresa séria, com respeito mundial, que gera emprego e renda para o Maranhão. O ministro também lembrou que ela trouxe um grande ganho social a vários municípios do interior, por uma faixa de mais de 800km, além de provocar um salto na balança comercial,

” A Vale com o trem de mineiro de ferro trouxe consigo importantes conquistas para o Estado, em termos de educação, econÃ?mia e social, mas temos que rever essa questão de Imperatriz para que a população de lá, que é uma das que mais utiliza o trem de linha acoplado ao de minério de ferro, não deixe de ser assistida”, destacou.

Na tarde desta quarta-feira ele participou de uma grande carreata em Imperatriz, onde aproveitou para fazer uma avaliação da reta final de campanha e do debate realizado entre os governadores na última terça-feira.

“Nossa campanha foi construída no sentido de apresentar propostas, caminhos para poder facilitar a vida de todos os maranhenses das diversas, classes, raças e generós, quando digo que serei o advogado do cidadão quero dizer que defenderei ele de todas as formas até o último momento de acordo com a lei, leis que também pretendo melhorá-las para que sejam mais corretas e justas. Sobre o debate foi o que esperava Jackson firme e com conteúdo nas suas respostas, fruto dos acertos do seu governo, e a governadora tensa por ser encurralada pelos demais candidatos”, avaliou.

Da assessoria

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

CRIME ELEITORAL: coligação de Roseana Sarney promete casas para a população

Na semana passada, em plena luz do dia, na cidade de Santa Luzia do Tide, um carro de som da campanha da candidata Roseana Sarney, circula pelas ruas anunciando uma grande reunião para falar detalhes sobre a entrega de moradias para moradores carentes.

As residências, um total de 50, fazem parte do programa Viva Casa do Governo do Estado, implementado agora na gestão de Roseana Sarney, pela Secretaria das Cidades, administrada pelo afilhado do senador José Sarney, o ex-prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes, pai do deputado estadual Victor Mendes.

A cada pausa, o leitor observa que são colocados os jingles de campanha da candidata, numa clara demonstração de crime contra a Legislação Eleitoral porque representa um ato de abuso de poder político e econômico. Veja:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Fábio Braga se consolida em diversos municípios

Fábio Braga, candidato a deputado estadualFábio Braga, candidato a deputado estadual

A candidatura de Fábio Braga se consolida em quatros municípios e se espalha em outros maranhenses. Sairá vitoriosa no dia 3 de outubro.

No período em que esteve no exercício do mandato de deputado, por mais de um ano, Braga teve atuação aprovada na Assembléia Legislativa.

Destinou todas as suas emendas para importantes obras à dezenas de cidades, além de apresentar projetos viáveis para o desenvolvimento do Estado.

Nos últimos tempos, ganhou folego nos municípios de Edison Lobão, Igarapé do Meio. Axixá, São José dos Martírios e Nina Rodrigues.

Além disso, conquistou a adesão do ex-deputado estadual José Eider, que tem liderança em Colinas, Sucupira do Norte, Barão do Grajaú e Paraibano, no alto Sertão maranhense.

Municípios como Vargem Grande (sua principal área de atuação), São Bernardo, Santana e Governador Archer vão garantir a sua eleição.

Fábio Braga tem o apoio do senador Mauro Fecury e do deputado federal Clóvis Fecury.

Filiado ao PMDB, Fábio Braga faz parte da coligação da governadora Roseana Sarney e seu número é 15123, de fácil assimilação

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

TSE libera saques acima de 20 mil

Do Estadão

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) liberou os saques acima de R$ 20 mil que estavam proibidos em Roraima desde segunda-feira e também desobrigou os bancos e instituições financeiras a informarem os saques acima de R$ 10 mil. A medida tinha sido adotada com o objetivo de coibir a compra de votos, comum no Estado.

A decisão liminar do ministro Aldir Passarinho Junior atende a recurso protocolado pelo Itaú Unibanco contra determinação feita no dia 18 pelo juiz eleitoral de Roraima, Luiz Fernando Mallet, em ação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

PF apreende dinheiro para campanha de senador

Romero Juca, candidato ao SenadoRomero Juca, candidato ao Senado

A Polícia Federal apreendeu na noite desta terça-feira, 28, em Roraima, quase R$ 80 mil pertencentes ao senador Romero Jucá (PMDB), líder do governo no Senado. O dinheiro foi encontrado em Mucajaí, a 50 quilômetros de Boa Vista, com Luis Antônio Teixeira da Silva, cabo eleitoral de Jucá, que é candidato à reeleição. O montante será depositado em conta judicial.

A assessoria de Jucá informou que o dinheiro tem origem legal e que seria utilizado para pagamento de cabos eleitorais conforme autorização dada pela Justiça Eleitoral. Os advogados do candidato disseram que ainda hoje vão protocolar ação para restituir o valor.

Com informações do Estadão

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Ministério Público notifica Estado e Município sobre leitos de UTI neonatal e pediátricos

A 1ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude encaminhou uma Notificação Judicial às secretarias de Saúde do Estado e do Município de São Luís , bem como aos seus titulares, José Márcio Soares Leite e Gutemberg Fernandes de Araújo, a respeito da situação das UTIs neonatais e pediátricas na capital.

Há uma decisão judicial que condenou o Estado do Maranhão e o Município de São Luís a garantirem a ampliação da quantidade de leitos de UTI, seja por oferta direta ou comprados na rede privada. Em caso de inexistência de leitos, cabe ao Estado encaminhar o recém nascido ou a criança para tratamento em outro Estado, inclusive com transporte aéreo.

Casos recentes, no entanto, demonstram que Estado e Município não têm cumprido com suas obrigações. “ A demora na transferência do recém nascido ou criança para o leito de UTI prejudica a proteção integral dos interesses e direitos infanto-juvenis, em especial o direito à própria sobrevivência da criança em situação de risco”, ressaltou o promotor de Justiça Márcio Thadeu Silva Marques, autor da notificação.

O objetivo da notificação é, justamente, dar ciência aos secretários sobre a possibilidade de responsabilização civil e pessoal dos gestores nos casos em que crianças e adolescentes forem lesados ou ameaçados pela falta ou oferta irregular dos serviços. Para o promotor, isso representa um ferimento explícito do princípio constitucional da prioridade absoluta dos direitos de crianças e adolescentes.

A falta da prestação desse serviço também pode levar à condenação dos gestores por dano moral coletivo causado a toda a população infanto-juvenil de São Luís.

No documento, o promotor Márcio Thadeu Silva Marques requer das secretarias informações como as providências tomadas para cumprir a determinação judicial sobre a adequação dos leitos de UTI pediátrica e neonatal nos hospitais da rede pública estadual e municipal. O prazo para a prestação das informações é de 30 dias. Leia mais aqui

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

STF deve retirar obrigatoriedade de dois documentos, diz Lewandowski

Folha.com

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Ricardo Lewandowski, disse nesta quarta-feira que o Supremo Tribunal Federal deverá relativizar a necessidade de apresentar dois documentos na hora da votação.

Para o Lewandowski, o pedido do PT, de declarar inconstitucional a legislação que obriga a apresentação de documentos “é cabível, sem dúvida nenhuma” e o Supremo poderá “temperar o rigor da lei”.

Comentário do blog: a medida beneficiará no Maranhão as candidatas Roseana Sarney (principalmente) e Dilma Rousseff.

Ocorre que a maioria dos eleitores dos rincções (povoados que concentram os bolsões de miséria) vota apenas com a identidade, carteira de trabalho ou até somente com o registro de nascimento.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.