Atacadistas quebram no Maranhão por causa do Mateus

Ilson mateusIlson mateus

Depois que consolidou seu império no ramo supermercadista e atacadista no Maranhão, o Supermercado Mateus implantou a lei do “quem for pobre que se quebre”.

Centenas de atacadistas e supermercadistas no Maranhão estão fechando seus estabelecimentos por força do império do poderoso concorrente. Uma batalha desigual.

Em Imperatriz, dezenas de grandes comerciantes estão experimentando o rolo compressor passando por cima de seus negócios. Boa parte começa a fechar as portas.

Eles alegam que pagam religiosamente os tributos, imposição que não foi exigida do empresário Ilson Mateus, proprietário do empreendimento que leva seu nome.

Nos governos de Roseana Sarney e José Reinaldo Tavares o empresário chegou a ser executado por sonegação de impostos que chegaram a R$ 10 milhões naquele período.

Redes que antes eram solidificadas no Maranhão, como a Liderança e Econômico estão falidas. O Supermercado Silmar, por exemplo, tinha cinco estabelecimentos, hoje tem apenas três.

No João Paulo, principal área comercial de São Luís, que representava 30% do ICMS de todo o Maranhão, hoje os atacadistas estão fechando as portas, depois que o empresário inaugurou o Mix Mateus, comprando as mercadorias direto das fábricas e revendo a preços bem mais baratos.

A expansão do Mateus é visível e surpreende pelo pouco tempo atuando na área: apenas 10 anos.
Para construir a loja da Cohama, Mateus adquiriu o terreno da Duvel veículos, que comprou as terras da Caema por um preço subfaturado. Hoje o terreno vale mais de R$ 10 milhões.

O empresário Ilson Mateus abriu mais três super lojas em menos de um mês. Adquiriu da Scânia um terreno no São Cristóvão ao valor de R$ 10 milhões e o Mix Mateus, no João Paulo, comprou as terras da Sucam, que é um órgão federal e necessitaria de aprovação legislativa para a transação.

Os comerciantes têm receio de fazer abertamente denúncias contra o grupo Mateus temendo que no dia seguinte sejam alvos de fiscalizações por parte do governo estadual.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mega-Sena acumula. Os números foram sorteados em Balsas, no Maranhão

Folha.com

Nenhum apostador acertou as dezenas sorteadas pela Caixa Econômica Federal no concurso 1.230 da Mega-Sena, nesta quarta-feira.

Os números sorteados em Balsas (MA) foram: 09 – 12 – 19 – 22 – 35 – 37.

De acordo com a Caixa, 110 apostas acertaram a quina e cada uma vai receber R$ 18.549,80. Outras 9.272 apostas acertaram a quadra e vão receber um prêmio de R$ 314,38 cada uma.

O próximo sorteio será no sábado (13) e prêmio acumulado é de R$ 22 milhões.

Quem quiser tentar a sorte no próximo concurso, deve fazer suas apostas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 2.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Abaixo a relação dos doadores da campanha de Flávio Dino

FLAVIO DINO DE CASTRO E COSTA

Doador Data Valor R$ Espécie do Recurso
 

ALCANA DESTILARIA DE ALCOOL DE NANUQUE

23/09/10   500.000,00 Transferência eletrônica
 

ANA AMÉLIA FIGUEIREDO DINO DE CASTRO E COSTA

05/10/10      9.135,26 Estimado
 

ANNA GOMIDE MOCHEL

02/09/10      500,00 Cheque
 

ANNA GOMIDE MOCHEL

02/09/10    2.000,00 Cheque
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10    2.346,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10    3.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     10.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10    19.040,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

02/10/10    29.700,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

02/10/10    10.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

02/10/10    15.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

02/10/10    10.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

02/10/10     12.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

02/10/10     27.600,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

29/10/10     6.849,80 Cheque
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     1.500,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

15/10/10     15.000,00 Cheque
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     4.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

06/08/10     50.000,00 Cheque
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     7.500,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     2.500,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     1.500,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     6.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     2.100,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     267,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     4.225,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     4.265,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     5.265,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     800,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     4.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     160,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     3.300,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     50.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     200,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     140,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     17.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     9.600,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     20.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     10.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     2.800,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     182,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     1.130,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     676,30 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     487,50 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10    20.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     1.089,50 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     497,25 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     2.175,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     2.820,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     1.500,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/08/10     2.500,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     13.130,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     4.500,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     3.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     2.100,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     3.120,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     20.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     8.900,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     3.870,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     1.580,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     625,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     1.040,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     3.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     1.412,50 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     5.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     400,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     6.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     2.144,04 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     140,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     3.120,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     540,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     18.551,85 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     2.000,00 Estimado
 

Comitê Financeiro Estadual/Distrital para Governador

25/09/10     3.000,00 Estimado
 

DALCAR VEICULOS LTDA

15/09/10     40.000,00 Transferência eletrônica
 

DALCAR VEICULOS LTDA

02/09/10     60.000,00 Transferência eletrônica
 

DALCAR VEICULOS LTDA

03/09/10     40.000,00 Transferência eletrônica
 

Diretório Estadual/Distrital

16/09/10     18.000,00 Cheque
 

Diretório Estadual/Distrital

08/09/10     100.000,00 Cheque
 

Diretório Nacional

22/09/10     50.000,00 Cheque
 

Diretório Nacional

10/09/10    200.000,00 Cheque
 

Diretório Nacional

21/09/10     100.000,00 Depósito em espécie
 

Diretório Nacional

25/08/10     150.000,00 Cheque
 

Diretório Nacional

24/08/10     50.000,00 Cheque
 

Diretório Nacional

16/08/10     250.000,00 Cheque
 

Diretório Nacional

17/09/10     50.000,00 Cheque
 

Diretório Nacional

01/10/10     100.000,00 Cheque
 

Diretório Nacional

28/09/10     100.000,00 Cheque
 

ELEIÇÃO 2010 FLAVIO DINO DE CASTRO E COSTA GOVERNADOR

05/08/10     2.700,00 Estimado
 

ELEIÇÃO 2010 FLAVIO DINO DE CASTRO E COSTA GOVERNADOR

26/10/10     32.000,00 Transferência eletrônica
 

ELEIÇÃO 2010 FLAVIO DINO DE CASTRO E COSTA GOVERNADOR

05/08/10     3.000,00 Estimado
 

ELEIÇÃO 2010 JOSE DE JESUS PINHEIRO CARVALHO DEPUTADO FEDERAL

01/09/10     1.000,00 Estimado
 

ELEIÇÃO 2010 JOSE DE JESUS PINHEIRO CARVALHO DEPUTADO FEDERAL

30/08/10     3.000,00 Estimado
 

ELEIÇÃO 2010 RUBENS PEREIRA E SILVA JUNIOR DEPUTADO ESTADUAL

01/09/10     300,00 Estimado
 

ELEIÇÕES 2010 RUBENS PEREIRA E SILVA JUNIOR DEPUTADO ESTADUAL

20/08/10     1.577,00 Estimado
ELEIÇÕES 2010 RUBENS PEREIRA E SILVA JUNIOR DEPUTDO ESTADUAL20/08/10     570,00 Estimado
 

FERNANDO AGUSTO MOREIRA LOPES

02/09/10     1.500,00 Depósito em espécie
 

FERNANDO AGUSTO MOREIRA LOPES

04/10/10     1.500,00 Transferência eletrônica
 

INSTITUTO DE ESTUDOS JURÍDICOS – IDEJ

18/10/10     30.000,00 Depósito em espécie
 

INSTITUTO DE ESTUDOS JURÍDICOS – IDEJ

15/10/10     40.000,00 Depósito em espécie
 

INSTITUTO DE ESTUDOS JURÍDICOS – IDEJ

06/08/10     8.000,00 Estimado
 

JOAQUIM DE ARRUDA FALCAO NETO

28/09/10     15.000,00 Transferência eletrônica
 

JOSE WILSON DE MACEDO

30/09/10     5.000,00 Estimado
 

MARIA SOLANGE CAVALCANTI FIGUEIREDO

14/10/10     10.000,00 Depósito em espécie
 

N B R EMPREENDIMENTOS LTDA

13/08/10     50.000,00 Depósito em espécie
 

N B R EMPREENDIMENTOS LTDA

20/09/10     50.000,00 Transferência eletrônica
 

N B R EMPREENDIMENTOS LTDA

30/08/10     50.000,00 Depósito em espécie
 

N B R EMPREENDIMENTOS LTDA

27/09/10     50.000,00 Transferência eletrônica
 

SALVIO DINO ADVOCACIA E CONSULTORIA

15/09/10     50.000,00 Cheque
 

SALVIO DINO ADVOCACIA E CONSULTORIA

03/09/10     40.000,00 Cheque
 

SALVIO DINO ADVOCACIA E CONSULTORIA

22/09/10     30.000,00 Cheque
 

SALVIO DINO DE CASTRO E COSTA JUNIOR

20/10/10     10.000,00 Depósito em espécie
 

SALVIO DINO DE CASTRO E COSTA JUNIOR

05/08/10     13.000,00 Estimado

 Total de Receitas R$ 2.825.671,00

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Rebelião não foi atípica como informa secretário de Segurança

secretário Aluízio Mendes na comissão de Segurança Pública que foi realizada hoje na Assembléia Legislativa do Maranhãosecretário Aluízio Mendes na comissão de Segurança Pública que foi realizada hoje na Assembléia Legislativa do Maranhão

O secretário de Segurança Pública, Aluízio Mendes, prestou hoje esclarecimentos à comissão de Segurança Pública da Assembléia Legislativa sobre a rebelião que resultou na morte de 18 detentos.

Mais uma vez o secretário veio defender que foi um movimento atípico e insinua que não existia nenhuma pauta de reivindicação dos amotinados.

Insinuou também que o movimento foi coordenado de fora para dentro, mas sem citar os mentores intelectuais, dando a entender que houve, na verdade, uma armação.

Alguns jornalistas mais ligados ao Palácio dos Leões estão colocando que o episódio estaria cheirando a armação para desgastar a gestão do secretário Aluízio Mendes. Não é verdade. Uma invencionice. Alguns mais afoitos miram discretamente no ex-secretário e deputado estadual reeleito, Raimundo Cutrim.

Dirigente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, de nome Marcos, falou ontem à Rádio Educadora que os dirigentes do Complexo Presidiário de Pedrinhas, principalmente no Presídio São Luís, no anexo 3, onde foram assassinados 15 detentos, foram alertados para o episódio.

Disse Marcos que eles sabiam que a qualquer momento uma bomba iria explodir no local, com manifestações fatais. Foi de fato o que aconteceu.

O sindicalista avisou também que havia reclamações da falta de água e da péssima alimentação servida aos presos.

Além disso, o sindicalista alertou para o ajuntamento no mesmo espaço de facções divergentes. A mistura de facções só piorou a situação. Portanto, a versão de Marcos desfaz a argumentação do secretário Aluízio Mendes.

Indaguei a ele, ao final da audiência na Assembléia Legislativa, sobre o alerta do sindicalista. O secretário afirmou que só tomou conhecimento agora, através de minha pergunta.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Em tiroteio, morre assaltante do BB de Buriticupu hoje pela manhã

Populares em volta do carro da policia na chegada do corpo do assaltante a bancoPopulares em volta do carro da policia na chegada do corpo do assaltante a banco

Durante tiroteio hoje pela manhã, um dos membros do bando que assaltou ontem a agência do Banco do Brasil, na cidade de Buriticupu, foi alvejado pela polícia e veio a falecer.

Conhecido por Iroso, morador do povoado Faisa, o bandido era bastante conhecido nos meios policiais por constantes roubos de motocicletas.

Com ele foi encontrado a quantia de R$ 3,1 mil. O BB ainda não revelou o montante que foi levado pelos assaltantes.

Iroso como era conhecido é morador do povoado Faisa, um dos assaltantes do Banco do Brasil com ele foi encontrada a quantia de R$ 3.100 reaisIroso como era conhecido é morador do povoado Faisa, um dos assaltantes do Banco do Brasil com ele foi encontrada a quantia de R$ 3.100 reais

Quatro outros bandidos que participaram do audacioso assalto estão foragidos. Na ocasião, os cinco chegaram atirando na cidade, causando medo e terror.

Levaram cinco reféns, sendo um deles liberado minutos depois por problema de saúde. Trata-se do secretário de Educação João Benedito.

Mas em poder dos assaltantes permaneceram por mais algumas horas o vereador e secretário de Saúde, Ivanildo Santos, que é irmão da vice-prefeita da cidade, além do gerente do BB, Jorge, e dois vigilantes.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Negada reintegração a ex-policiais acusados de matar estudante em Imperatriz

Desembargador Froz Sobrinho, relator do processo.Desembargador Froz Sobrinho, relator do processo.

Em decisão unânime, nesta quarta-feira, 10, o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) negou o pedido de anulação do processo administrativo que resultou na exoneração dos ex-policiais militares Antonio Ribeiro Abreu e Smailly Araújo Carvalho da Silva, bem como da reintegração de ambos à Polícia Militar (PMMA). Os soldados respondem a ação penal, supostamente acusados do sequestro e morte do estudante Ivanildo P. Barbosa Júnior, de 19 anos, além da ocultação do seu cadáver, no dia 13 de setembro de 2008, em Imperatriz.

O mandado de segurança em favor dos policiais foi ajuizado contra ato da governadora Roseana Sarney, que excluiu Abreu e Silva dos quadros da corporação após decisão tomada em abril de 2009 pelo Conselho Superior de Segurança Pública. O ato de exclusão se deu por desvio das obrigações e ética que devem nortear a conduta dos integrantes da PM e que os então policiais praticaram diversos atos incompatíveis com os valores e princípios da corporação.

O advogado dos acusados argumentou que os soldados foram expulsos sem que houvesse manifestação do Tribunal do Júri, já que ainda tramita ação penal em Imperatriz contra ambos, e disse que não foi legalmente intimado para o julgamento no Conselho, afirmando que a audiência teria sido realizada no mesmo dia da sua publicação. O advogado também alegou que os policias já haviam sido punidos com prisão temporária, por terem abandonado a área de serviço.

Antonio Ribeiro Abreu e Smailly Araújo Carvalho da Silva foram exonerados da (PMMA)Antonio Ribeiro Abreu e Smailly Araújo Carvalho da Silva foram exonerados da (PMMA)

O parecer da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), representada na sessão desta quarta-feira pelo procurador de justiça Eduardo Nicolau, foi de que não existe prova pré-constituída nos autos de que a publicação e audiência ocorreram no mesmo dia.

Assim como a PGJ, o desembargador Froz Sobrinho, relator do mandado, entendeu que não foram juntadas provas sobre a ausência de intimação, informou que os soldados foram excluídos com base em procedimentos administrativos, inclusive com base no Estatuto dos Policiais Militares, e que as instâncias administrativa e penal são

O estudante universitário Ivanildo Júnior  enterrado em uma cova rasa na Estrada do Arroz, perto do local onde a polícia havia localizado seu carro.O estudante universitário Ivanildo Júnior enterrado em uma cova rasa na Estrada do Arroz, perto do local onde a polícia havia localizado seu carro.

independentes e autônomas.

COVA RASA – O estudante universitário Ivanildo Júnior desapareceu no dia 13 de setembro de 2008, depois de ter sido supostamente abordado pelos dois policiais. O corpo do rapaz foi encontrado por parentes no dia 21 do mesmo mês, enterrado em uma cova rasa na Estrada do Arroz, perto do local onde a polícia havia localizado seu carro.

Antes de serem expulsos da corporação, os policiais acusados foram presos administrativamente por três dias, para averiguação, e mais 15 dias por terem abandonado a área da Grande Santa Rita, para a qual estavam designados.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Júnior Marreca lança pacto pelos municípios

   Candidato à presidência da Famem, o prefeito de Itapecuru-Mirim, Júnior Marreca, destacou, nesta quarta-feira (10), que uma de suas prioridades é estabelecer um pacto pelos municípios, como estratégia para o fortalecimento das administrações municipais do Maranhão, além de agregar todos os prefeitos num só objetivo, independentemente de cores ideológicas ou partidárias.

Júnior Marreca, prefeito de ItapecuruJúnior Marreca, prefeito de Itapecuru

Júnior Marreca lembrou que o pacto pelos municípios que todo gestor sonha ver materializado, é um contraponto ao que se denominou chamar, há alguns anos atrás, de Pacto Federativo, que ele considera uma mera peça de ficção política e explica os motivos:

   O Pacto Federativo seria uma forma de união entre os três entes federativos, mas isso nunca funciona.

   Tudo acontece é no município, mas, na partilha do bolo tributário, é o município quem fica com a menor fatia. Além do mais, a União cria os programas para serem executados pelos municípios, mas não lhes proporciona suporte suficiente para a execução e ainda cria um verdadeiro aparato de fiscalização, obrigando os prefeitos a uma série de sacrifícios e quando não conseguem executar os programas, são punidos e execrados publicamente- disse Marreca.

   Para o prefeito, a dignidade dos gestores municipais deve ser resgatada, lembrando que até os órgãos de fiscalização reconhecem que muitas irregularidades apuradas são problemas de ordem técnica e não má-fé. Isso porque existe a falta de capacitação que deve ser proporcionada pelo próprio Governo Federal.

   “ Na FAMEM, pretendo lutar contra essa injustiça, além de estabelecer um pacto pelos municípios no Maranhão. Por esse pacto, além da Marcha a Brasília, os prefeitos do Maranhão irão fazer a Marcha a São Luís, onde, juntamente com o Governo do Estado e a bancada federal e estadual, iremos discutir e buscar soluções para os problemas dos municípios”, revelou o prefeito de Itapecuru-Mirim.

   Na concepção do prefeito, senadores e deputados federais deverão discutir é no Estado os problemas dos municípios, evitando diariamente aquela horda de gestores municipais em Brasília, de pires na mão, atrás de quem eles ajudaram a eleger. No Maranhão, os debates devem aglutinar prefeitos, senadores, deputados federais e estaduais, juntamente com o governo do Estado, que também sofre perda de recursos como FPE, que está caindo na mesma proporção do FPM. Durante esses encontros, Marreca sugere inclusive a elaboração de uma carta de intenção, para oficializar as reivindicações e o empenho dos parlamentares no encaminhamento das proposições junto aos órgãos federais.

   Júnior Marreca acrescentou ainda que torna-se necessário que a sociedade tome conhecimento dos graves problemas enfrentados pelos municípios. Para isso, enfatizou que pretende mostrar toda a problemática através da imprensa, que ele afirma que terá como parceira em sua administração, por ser a propagadora de todas as ações políticas, em todas as suas esferas.

   No exercício do segundo mandato consecutivo, Júnior Marreca diz que tem experiência suficiente para conduzir os destinos da entidade que congrega os prefeitos. Enfatizou que vem recebendo adesões de colegas de todas as regiões do Maranhão e destacou que está fazendo reuniões freqüentes com os outros gestores, onde está sendo apresentado um elenco de sugestões.

   Finalizou revelando que as ações por ele propostas, deverão ser concretizadas com o apoio da governadora Roseana Sarney, a quem atribuiu uma extrema sensibilidade para com os problemas do município, na luta pelo desenvolvimento do Maranhão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Governo envia projeto e deputados aprovam criação de novos cargos. Vem aí concurso público

Agência Assembleia

Boa notícia para os interessados em ingressar no serviço público. O plenário da Assembleia Legislativa aprovou, na sessão que ocorreu ontem, projetos de lei, de autoria do Poder Executivo Estadual, autorizando a criação de 655 novos cargos efetivos na estrutura do governo do Maranhão.

Os referidos cargos serão ocupados mediante a realização de concursos públicos, o que deverá acontecer neste próximo ano. Os projetos de lei seguiram para a sanção da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Foram aprovados a criação dos cargos de analista previdenciário (20 vagas), técnico previdenciário (20 vagas), perito médico (05), analista de trânsito (60), assistente de trânsito (490), especialista em políticas públicas e gestão governamental (25), analista de planejamento e orçamento (25) e analista de finanças e controle (10).

Para o cargo de analista previdenciário será exigido, de acordo com a classe, nível superior nas áreas de Direito, Administração, Economia e Ciências Contábeis. Os salários variam de R$ 4.200 a 4.370. Os candidatos interessados em concorrer a uma das vagas para o cargo de perito médico terão que possuir nível superior em medicina, com filiação do candidato na Sociedade Brasileira de Perícia Médica. O salário inicial é de R$ 4.730 podendo chegar a R$ 4.921. Já para o cargo de técnico previdenciário será necessário possuir nível médio ou curso técnico. Os salários variam de R$ 1.650 a 1.822, dependendo da classe.

Com salários variando entre R$ 3.500 a R$ 3.606, o cargo de analista de trânsito irá requerer nível superior em qualquer área. Já para o cargo de assistente de trânsito, cujos vencimentos variam de R$ 1.400,00 a 1.509,00, será exigido apenas o ensino médio.

Para os cargos de especialista em políticas públicas e gestão governamental, analista de planejamento e orçamento e analista de finanças e controle será exigido nível superior em qualquer área. Para o primeiro, os salários variam entre R$ 4.200 a 4.727. Já para o cargo de analista de planejamento o salário inicial é de R$ 5.010,77 podendo chegar a R$ 5.808,85. Os vencimentos para analista de finanças e controle variam de R$ 6.157,38 a R$ 8.027,17.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mais de 30 mil pessoas serão despejas de suas terras em Amarante e ninguém diz nada

O clima é de apreensão e revolta em Amarante. Mais de oito mil famílias de pequenos agricultores e criadores estão prestes a serem retirados de terras que herdaram de seus antepassados, por força de um decreto baixado pela Funai que quer entregá-las aos índios da nação Gavião Pykobê.

Os índios detêm 50% das terras em Amarante, mas a Funai, sem nenhum estudo técnico para reavaliar os limites fundiários e cartográficos, quer aumentar a posse dos silvícolas em mais 35%.

O número de índios que habita o local não chega a 3 mil, enquanto cerca de 30 mil pessoas moram na área há longos anos.

Boa parte vive da terra porque nela planta e retira seu sustento, além dos que criam para sustentar seus familiares e empregam trabalhadores e trabalhadoras.

O lamentável é que nenhuma autoridade levantou a voz até agora em favor das famílias ameaçadas. O Governo do Estado permanece mudo, a prefeitura local fica calada.

Nem mesmo os representantes de Amarante na Assembléia Legislativa, na Câmara Federal e Senado Federal se sensibilizam com a situação.

Na hora de buscar os votos, lá estavam eles com o saco de promessas. Agora que a população de Amarante se sente ameaçada, eles simplesmente somem.

O decreto foi baixado pela Funai no dia 6 de outubro para que seja feita a revisão territorial, mas já adiantando que mais 35% das terras serão doadas aos índios.

Nada contra os índios, mas é terra demais para que pouco cultive ou dela faça uso do sustento, a bem da verdade.

Existem centenas de agricultores e criados que tiraram empréstimos no Banco do Nordeste e Banco do Brasil para beneficiar suas produções.

Em caso de expulsão, não terão como pagar suas dívidas, sem contar que não sabem qual o futuro lhes reservará essa medida irresponsável.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Orçamento da Assembléia estourou antes do tempo, diz deputado

O deputado Alberto Franco esxplicou ontem que o Governo do Estado cumpriu religiosamente com os repasses feitos para a Assembléia Legislativa do Maranhão durante o exercício de 2010.

Segundo Franco, é comum o orçamento do Legislativo acabar antes do final do ano face as despesas crescentes que vão se acumulando.

“A nova sede exige uma manutenção que é cara demais. O orçamento vai ficando pequeno na medida em que os meses vão se passando”, justificou o parlamentar.

Em razão disso, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Marcelo Tavares, solicitou uma suplementação de R$ 8 milhões para pagar as despesas, incluindo as verbas de gabinete e indenitória dos 42 parlamentares estaduais.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.