Hospital do IPEM: péssimo atendimento e obras paradas

hospital Carlos Macieira - Ipemhospital Carlos Macieira - Ipem

Funcionários públicos estaduais reclamam do péssimo atendimento no Hospital Carlos Macieira, o Hospital do IPEM.

Ultimamente, não tem agulhas e nem fitas para fazer exames de glicemia. Após o exame de pressão, se constatado que tudo vai bem, o paciente é orientado para retornar ao seu lar. Outras consultas, nem pensar.

Os médicos estão insatisfeitos, reclamam do desconforto e da ausência de salas para atendimento. Até o convênio com o Procard foi cortado.

Agora, os funcionários públicos com problemas coronários terão que procurar alternativas, na maioria das vezes desembolsando da receita própria.

Para agravar mais ainda o quadro, as obras de reforma estão paralisadas. A Fujita, construtora contratada por R$ 38 milhões, com dispensa de licitação, para executar a reforma em 180 dias, também esperneia. Não caiu em seus cofres nada mais que R$ 3 milhões. E os dias estão se passando.

A fujita, que antes era Construtora Estrela, foi a mesma que construiu o Hospital do IPEM, no início da década de 80, mas precisamente no governo de João Castelo.

E, pasmem os senhores, construiu simultaneamente a mansão do senador José Sarney, no Calhau.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Sentinela nega valores, mas governo confirma

Pessoa que se diz um dos diretores da Sentinela Serviços de segurança LTDA, nega que os valores aqui publicados referentes aos meses de fevereiro e março deste ano, recebidos pela empresa, sejam verdadeiros.

E mais: que estou inventando coisas absurdas para aparecer. Não preciso. Apenas registro fatos ou publico dados oficiais. Verdadeiros ou não, a cobrança deve ser feito ao Governo do Estado.

Postei aqui que a Sentinela embolsou do poder público R$ 5.141.072,68 de uma tacada só, no mês de fevereiro deste ano. E mais R$ 1.066.824,37, no mês seguinte, março.

Ora, se a Sentinela nega que tenha recebido esses valores, então os recursos foram desviados no meio do caminho. Quem os teria desviado? Eis a questão.

Os valores acima postados estão publicados no Portal da Transparência do Governo do Estado do Maranhão.

Seria o portal um instrumento de mentira? Uma boa pergunta para o deputado Gastão Vieira, secretário de Planejamento no período da liberação dos recursos. Ou, então, a verba ou parte dela fora sequestrada antes de cair nos cofres da Sentinela?

Para espanto ou alegria dos donos da empresa, coloco agora mais dois valores repassados para a Sentinela em 2009: R$ 2.740.262,62, em setembro, mês de meu aniversário, e R$ 2.737.217,87, em outubro, mês de aniversário do meu filho, Neto.

Só para refrescar a memória dos donos da Sentinela e do ex-secretário de Planejamento, Gastão Vieira, o primeiro pagamento feito para a Sentinela no governo de Roseana Sarney foi de R$ 14.044,80, em maio de 2009. Antes, porém, a empresa nateu às portas do PDT, sem encontrar guarida.

Todos os valores, volto a repetir, estão publicados no Portal da Transparência do Governo do Estado do Maranhão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

PT adia encontro e aumenta angústia de Roseana

Angústia da Governadora Angústia da Governadora

Soube agora há pouco por um fonte petista de Brasília que o PT prorrogou o encontro marcado para os dias 21 e 22 deste para deliberar sobre a escolha dos vices nas chapas presidencial e estaduais.

No Maranhão, depois que Lula informou ao senador José Sarney e à governadora Roseana que o partido fará aliiança com o PMDB maranhense, segundo informou hoje o Globo, estava sendo aguardado novo encontro de tática para rediscutir a aliança petista, que foi favorável ao PCdoB de Flávio no encontro anterior.

A fonte de Brasília especula que a prorrogação da data do encontro deve-se aos casos pendentes em alguns estados entre o PT e o PMDB, como Ceará, Pará, Matro Grosso do Sul e Paraná. “O PT já deu muito, agora é a vez do PMDB”, sugere.

Aqui no Maranhão estavam dando como favas contadas novo encontro de tática para decidir, de novo, se o PT formará aliança com o PMDB de Roseana ou se continuará com a mesma posição pró-Flávio.

“A emenda pode sair pior que o soneto. A vantagem agora será bem mais elástica”, acredita Márcio Jardim, defensor da aliança com o PCdoB de Flávio Dino.

Com a doação das secretarias de Desenvolvimento Social e a poderosa Educação ao partido, os petistas favoráveis ao ajuntamento com o PMDB de Roseana estão crédulos que a disputa anterior poderá ser revertida.

E apostam na distribuição de cargos (dizem que estão pondo em prática) para os petistas que decidiram mudar de última hora em favor do candidato comunista.

Ainda não existe prazo fixado para o próximo encontro, que poderá ocorrerá na véspera da convenção para homologar chapas e candidaturas.

Até lá, o tempo pode conspirar contra as pretenções da governadora. Roseana não admite perder o PT no Maranhão por duas óbvias razões: o tempo que o partido tem no horário eleitoral e o abalo que pode sofrer a candidatura de Flávio Dino com a retirada do apoio do PT.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Sentinela dispara em faturamento

A Sentinela Serviços de segurança LTDA, empresa que até maio de 2009 não tinha faturamento global de R$ 50 mil mensais, operou milagres, graças aos divinos protetores.

Enquanto o Orçamento do Estado estava fechado, em fevereiro deste ano, embolsou do poder público R$ 5.141.072,68 de uma tacada só, segundo publicação do Portal da Transparência do Governo do Estado do Maranhão.

Em março, houve uma queda. Levou R$ 1.066.824,37. De maio a dezembro de 2009, estima-se que a empresa tenha garantido em seu cofres bem fechados, mas abertos para alguns segmentos, mais de 14 milhões.

Prova de que a Sentinela está sempre alerta.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Fome zero

A Assembléia Legislativa do Maranhão contratou a São Luís Promoções e Eventos Ltda para serviços de buffet, com espaço físico para 500 pessoas, com locação de cadeiras e mesas, ao valor de R$ 536.159,00, por um prazo de 12 meses.

Se for cumprido o prazo estabelecido e a cada 30 dias a AL promover um evento, torrará com drinques, salgadinhos e rangos mais de R$ 48 mil por mês. Abaixo a publicação do contrato no Diário Oficial do dia 11 deste.

RESENHA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS
N.º 018/2010-AL. PARTES: Assembleia Legislativa do Estado do
Maranhão e a São Luís Promoções e Eventos Ltda – EPP, firmam entre
si Contrato de Prestação de Serviços. OBJETO: Execução dos servi-
ços correspondentes aos Lotes 01, 02 e 03, referente à (Serviços de
Buffet com espaço físico para 500 pessoas – Lote 01; Serviços de
Buffet sem especo físico – Lote 02 e Serviços de Locação de cadeiras –
Lote 03).VALOR: R$ 536.159,00 (quinhentos e trinta e seis mil, cento
e cinqüenta e nove reais), correspondentes aos Lotes 01, 02 e 03.
DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Unidade Gestora: 010101 – As-
sembléia Legislativa. Projeto Atividade: 4049 – Manutenção. Plano
Interno: Manutenção – Natureza da Despesas: 3.3.90.39 – Outros ser-
viços de terceiros – PJ. Item de Despesa: 39077 – Despesas de cerimo-
nial. Fonte de Recursos: 0101000000 – Recursos Ordinários. VIGÊN-
CIA: 12 (doze) meses, a contar da data da sua assinatura.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mirante enche o saco do telespectador e fatura alto

A Propaganda institucional do Governo do Estado do Maranhão, uma especie de balanço dos 12 meses da administração Roseana Sarney, nas emissoras de TVs, continua enchendo o saco do telespectador.

São dezenas de inserções diárias, há mais de um mês, notadamente na TV Mirante. Sempre nos horários nobres, quando os preços de tabelas são triplicados.

Com essa chateação, Roseana mata dois coelhos: massifica as ações da sua gestão (embora duvidosas) e aumenta o faturamento da TV de que é sócia majoritária.

E o Ministério Público só tem uma preocupação: a eleição do próximo procurador Geral de Justiça.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Assaltantes de bancos presos em Santa Inês

10 assaltantes foram presos hoje pela manhã no município de Santa Inês. O bando pretendia assaltar uma agência bancária naquela cidade..

Outras quadrilhas estão sendo investigadas. Essa mesma equipe impediu o assalto a um banco em Santa Luzia do Paruá, há três meses, qundo foram assassinados seis assaltantes. Um vigilante do banco também morreu.
Em seguida, os mesmos policiais federais montaram uma operação em Paraíba que resultou na morte de oito bandidos.

Logo mais, às 16h, a Polícia Federal vai apresentar a quadrilha à imprensa, na sede da Cohama.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Operação Parceria: correção

O nome do empresário Pedro Romier, proprietário da Impeto, não consta na relação de investigados pela Polícia Federal no desvio de R$ 300 milhões praticado pela OSCIP CIAP em cinco estados do país.

A empresa de Romier trabalhou para o CIAP na área de saúde no Maranhão, mas nada que envolvesse a Impeto fora encontrado.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Jura Filho defende João Alberto para salvar sua reeleição

Em discurso solitário, o deputado Jura Filho (PMDB) defendeu a permanência do atual vice-governador João Alberto como companheiro de chapa da governadora Roseana Sarney.

Sem receber nenhum aparte de solidiariedade dos seus companheiros da bancada governista, Jura Filho fez um esforço tremendo para interpretar um papel que não cogitava há meses.

Distante do seu criador, o parlamentar sente fugir dos pés o chão do caminho para sua reeleição. O vice-governador João Alberto tem trabalhado apenas a eleição do seu pupilo Roberto Costa, ex-secretário de Esporte e Juventude, a quem considera hoje mais fiel que Jura Filho.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Preso no Paraná dirigente do CIAP que agia no Maranhão

Encontra-se recolhido nas dependências da Polícia Federal, no Paraná, Dino Capo, um dos responsáveis pelas atividades do CIAP no Maranhão.

O CIAP (Centro Integrado de Apoio Profissional) atuou em nosso estado nos governos de Jackson Lago (quando foi prefeito de São Luís e governador do Maranhão), e na gestão de José Reinaldo Tavares. 

O instituto é acusado pela Polícia Federal de desviar R$ 300 milhões em cinco estados do país. 14 envolvidos já foram presos. 

A PF investiga ainda a participação de Pedro Romier, proprietário da empresa Impeto, com atuação no Maranhão. O ex-secretário adjunto de Saneamento da Saúde, de nome Júlio, na gestão de Edmundo Gomes, estaria também no esquema.    

A OSCIP CIAP operava na capicitação de mão de obra e no gerenciamento de unidades hospitalares. Embora sem fins lucrativos, montou esquema para desviar milhões, inclusive no Maranhão. Tem gente graúda na relação do instituto que teria sido favorecido com propinas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.