Jackson Lago critica centralismo e enaltece bons administradores

Jackson Lago (PDT) retomou as atividades de campanha no interior do estado no município de Santa Rita. Depois de percorrer ruas da cidade em carreata o candidato ao governo do estado pela coligação “O Povo é Maior” falou à população em frente ao mercado municipal.

Arrastao do 12 em Santa Rita, o candidato ao Governo Jackson Lago fez passeata e depois falou sobre os seus projetos para a populaçãoArrastao do 12 em Santa Rita, o candidato ao Governo Jackson Lago fez passeata e depois falou sobre os seus projetos para a população

Acompanhado do candidato ao Senado, Edson Vidigal, do primeiro suplente na chapa de Roberto Rocha, José Joaquim, do deputado federal candidato à reeleição, Carlos Brandão, todos do PSDB e do prefeito Hilton Gonçalo e de quase todos os vereadores do município, Jackson Lago enalteceu o papel dos gestores municipais no desenvolvimento do estado.

“Se a maioria dos prefeitos aplicasse os recursos corretamente e atuasse como o prefeito de Santa Rita, o Maranhão seria outro. Na mão do bom administrador da coisa pública o dinheiro rende porque é bem empregado”, afirmou o candidato.

Jackson Lago, candidato ao Governo do EstadoJackson Lago, candidato ao Governo do Estado

Jackson Lago chamou atenção para o Controle Social que a população pode exercer, acompanhando os gastos da prefeitura e do estado. O candidato criticou com veemência o centralismo que substituiu a administração compartilhada, colocada em prática durante dois anos e três meses em que esteve no Palácio dos Leões.

Após Santa Rita, o candidato à reeleição seguiu para a cidade de Arari, na região dos Lagos, onde também participou de uma grande carreata.

“Nesta cidade que bebeu na fonte intelectual do Padre Brandt percebo que o crescimento da consciência política da população. O Maranhão hoje tem consciência de que está sendo observado todo o país. Estão esperando que o eleitor maranhense diga que este estado não tem dono. O povo do Maranhão quer mostrar ao Brasil que o dono do Maranhão é ele mesmo”, discursou Jackson Lago.

Antes de ser destituído do mandato o então governador repassou ao consorcio R$ 47milhoes para construção da obra foi repassado por Jackson Lago ao consórcio Conlagos, reunindo os 21 municípios.

Da assessoria

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Zé Reinaldo mostra escândalos envolvendo família Sarney no programa eleitoral

O candidato a senador pelo Maranhão, José Reinaldo Tavares (PSB), relembrou o rosário de denúncias que envolvem membros da família Sarney. Com uma série de manchetes de jornais, o programa eleitoral do ex-governador levantou diversas situações em que o clã Sarney é noticiado nacional e internacionalmente por escândalos.

Zé Reinaldo, candidato ao SenadoZé Reinaldo, candidato ao Senado

A família Sarney é destaque com frequência pelo envolvimento em escândalos, como no Estado de São Paulo, na Folha de São Paulo, no francês Le Monde, no inglês The Economist e Jornal Pequeno.

Entre as notícias publicadas estão a lavagem de dinheiro por Roseana Sarney em simulação de empréstimo para repatriar US$1,5 mi; a Fundação Sarney fraudando projeto e desviando verba da Petrobrás; o mordomo de Roseana Sarney ganhando R$ 12 mil do Senado; Sarney tido pelo “The Economist” como exemplo de impunidade. O Le Monde trouxe em suas páginas a figura de Sarney como líder de uma máfia familiar. Também noticiados nacionalmente, Fernando Sarney indiciado pela Polícia Federal sob acusação de evasão de divisas e lavagem de dinheiro, Lobão e aliados com esquema para terem domínio sobre Serra Pelada. Pelo controle que detém dos principais meios de comunicação do estado, notícias nacionais e mundiais não ganham a devida repercussão no Maranhão.

PERSEGUIÇÃO

Após o rompimento com a oligarquia, Zé Reinaldo passou a ser alvo de violentos ataques. Sua postura de enfrentamento e de libertação do estado, desde então, vem incomodando a família Sarney, que sempre rebateu essas ações com artigos ou notícias publicadas nos veículos do grupo. “Foi Sarney quem governou por todos os governadores do Maranhão durante décadas. Eu fui o único que tive coragem de romper com essa família e por isso sou tão atacado”, disse.

A fúria da família pode ser constatada pela armação política que resultou na prisão pela Polícia Federal. O assunto estampou a manchete do Estado do Maranhão. Esse ódio e vingança foram anunciados no mesmo veículo quando José Sarney assinou o artigo intitulado “A hora da decisão”, que classificou o então governador do estado como “Judas andrajoso e repugnante, que vai arder na fogueira”.

“Votar em Roseana, João Alberto e Lobão é votar em Sarney. Chega de propagandas caras, de uma campanha rica gasta em municípios pobres. Eles acham que podem comprar tudo, inclusive as pesquisas, mas não podem comprar a vontade do povo”, disse Zé Reinaldo.

Da assessoria

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Diminui a diferença entre Serra e Dilma

Nova pesquisa presidencial Datafolha divulgada nesta quarta mostra que a diferença entre a candidata do PT, Dilma Rousseff, para os demais adversários somados caiu cinco pontos percentuais (de 12 para 7 pontos) com relação ao levantamento anterior, realizado nos dias 13, 14 e 15.

A petista agora aparece com 49% (tinha 51% há uma semana), contra 42% de todos os outros postulantes (que apareciam com 39%). José Serra (PSDB) está em segundo, com 28% (tinha 27% na semana passada), enquanto Marina Silva oscilou positivamente dois pontos percentuais e passou de 11% para 13%.

É o primeiro levantamento do instituto após as revelações de tráfico de influência e a consequente crise que culminou com a demissão da sucessora de Dilma na Casa Civil, Erenice Guerra –52% dos entrevistados disseram ter tomado conhecimento do caso, mas apenas 13% julgam-se bem informados sobre o episódio.

Brancos e nulos somam 3% na nova pesquisa (ante 4% da semana passada), enquanto 5% dos eleitores entrevistados se declaram indecisos (dois pontos percentuais a menos do que o cenário dos dias 13, 14 e 15).

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Flávio Dino defende criação da Universidade Estadual da Baixada, com sede em Pinheiro

Flávio Dino faz comício na cidade de PinheiroFlávio Dino faz comício na cidade de Pinheiro

Em sua terceira visita à cidade de Pinheiro desde o início oficial da campanha, o candidato ao governo do Maranhão Flávio Dino lembrou à população que está no seu plano de governo a criação da Universidade Estadual da Baixada Maranhense, com sede naquele município. A universidade da baixada é uma das sete universidades regionais previstas no plano de governo da coligação Muda Maranhão.

Em seu discurso durante um comício em Pinheiro, Flávio Dino explicou que não se trata de mais um campus da Uema, mas sim de uma uiniversidade com autonomia e recursos próprios. “Vai ter um reitor aqui, um orçamento aqui, para atender à população oferecendo cursos para a juventude e mais oportunidade para os trabalhadores e as trabalhadoras de Pinheiro”, disse ele.

Saúde foi outra questão abordada pelo candidato durante sua visita. Flávio Dino afirmou que reabrirá todos os hospitais que foram fechados durante os governos anteriores, e destacou que é preciso uma unidade de alta complexidade para a região. “Vai ser um hospital de verdade: hospital que tem médico, remédio e equipamentos, que faz cirurgia, atende o povo, tira o povo da fila e acaba com o sofrimento da população da Baixada”, garantiu.

Resposta

Flávio Dino relembrou ainda a visita da equipe do Jornal Nacional à cidade, feita no dia 17 de setembro. Ele disse que optar pelo caminho da mudança é a melhor resposta que a cidade de Pinheiro pode dar ao Brasil. “O Maranhão é um estado bonito e cheio de potenciais. Mas é mal governado. O meu pedido é que o povo de Pinheiro, quando tiver que escolher entre a continuidade e a mudança na política, escolha a mudança. Só assim os maranhenses podem dar a resposta sobre o que é dito no restante do Brasil sobre o Maranhão”, disse o candidato ao governo.

Ele destacou a grande receptividade da população de Pinheiro à carreata noturna que antecedeu o comício. As pessoas saudavam a passagem de Flávio Dino com bandeiras e mostravam cartazes com a foto do candidato, fazendo sinais de positivo.“Por onde a gente passou, havia só uma palavra na, boca, na mente e no coração das pessoas: essa palavra é mudança”, disse.

O comício em Pinheiro encerrou o dia de atividades de Flávio Dino pela Baixada Maranhense. Na qarta-feira, 22, o candidato da coligação Muda Maranhão retornou a São Luís e participou de uma carreata pelos bairros do Turu, Parque Vitória e Parque Jari. Na quinta-feira, segue para atividades de campanha nas cidades de Balsas e Imperatriz.

Da assessoria

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Número de indecisos faz Vidigal insistir na realização de debate

Edson Vidigal diz que vai insistir nos indecisos para Se eleger ao SenadoEdson Vidigal diz que vai insistir nos indecisos para Se eleger ao Senado

Diante do grande números de indecisos, de acordo com as pesquisas eleitorais, o candidato ao Senado, Edson Vidigal, da coligação O Povo é Maior, voltou a defender a realização de debates entre os candidatos ao Senado.

– Mais da metade da população ainda não em quem vai votar para o Senado, e o debate possibilitará que as pessoas tirem suas dúvidas e escolha o melhor candidato – disse.

Vidigal entende que é no confronto de idéias que se define uma eleição, mas que infelizmente há quem tema que isso aconteça no pleito para o Senado, uma eleição no Maranhão reservada ao grupo que domina o estado.

– A população sempre ficou de fora do debate sobre o Senado, pois não há interesse que se discuta e tão pouco que se cobre uma ação mais efetiva dos eleitos – observa.

Ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça, ele considera importante que o eleitor tenha uma coerência em suas escolhas e possa conhecer o que pensa cada um além do programa eleitoral.

– Nós temos uma grande chance de elegermos dois senadores comprometidos com o Maranhão, e o debate seria essa oportunidade para que todos possam saber quem é quem, além da poderosa máquina de propaganda que move algumas candidaturas – alertou.

Da assessoria

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Luciano Moreira desmente ligação com médica presa pela PF

Luciano Moreira, candidato a deputado federal desmente ligação com a medicaLuciano Moreira, candidato a deputado federal desmente ligação com a medica

Em nota enviada ao blog, o candidato a deputado federal Luciano Moreira desmente que a médica presa pela Polícia Federal fazendo consultas e em troca oferecendo santinhos dele e de Roseana, além de Ricardo Murad e Manoel Ribeiro, tenha ligação com sua campanha.

Abaixo a nota:

Recebi com surpresa a vinculação de meu nome à prisão da médica Silvana Teixeira, que foi acusada de realizar consultas em troca de votos. Ontem (terça-feira) me encontrava em Presidente Dutra, em compromisso de campanha, e soube do fato por intermédio da imprensa.

A doutora Silva Teixeira não integra o meu o grupo de campanha e não a autorizei a realizar qualquer ato em meu nome.

Estou surpreso com essa tentativa de vinculação de meu nome a esse fato. Desconheço esse tipo de iniciativa visando beneficiar-me, pois não é da minha postura agir dessa forma. Quem me conhece, sabe do meu caráter, de pessoa que não compactua com práticas como essa, que ferem a legislação eleitoral.

Lamento que um fato como este, do qual não tem nenhuma vinculação, seja explorado com o objetivo de prejudicar minha campanha e de outros candidatos da coligação “O Maranhão não Pode Parar”.
Estou à disposição do Ministério Público e da Polícia Federal para colaborar no que for necessário e prestar os devidos esclarecimentos.


Luciano Fernandes Moreira
Candidato a deputado federal

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

PF indicia candidata e outros 6 por apreensão de R$ 472 mil em dinheiro

Folha.com

A Polícia Federal do Acre indiciou sete pessoas nesta quarta-feira no inquérito que apura a origem dos R$ 472 mil apreendidos no início deste mês, em Rio Branco (AC), em uma caixa de papelão dentro de um carro.

Entre os indiciados, sob acusação de crime eleitoral e formação de quadrilha, está a candidata a deputado federal Antonia Luciléia Cruz Ramos Câmara, mulher do deputado federal pelo Amazonas, Silas Câmara, ambos do PSC.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Em nota, Roseana nega ligação de médica presa com sua campanha

Folha.com

A governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB), candidata à reeleição, divulgou hoje uma nota na qual nega que sua campanha tenha ligação com a médica presa ontem sob suspeita de trocar atendimentos por votos.

Na nota, Roseana rechaça “de forma veemente” as tentativas de ligar sua candidatura ao episódio. A governadora afirma que a médica não tem vínculo com sua campanha e não está autorizada a proceder em seu nome.

A médica foi presa em flagrante pela Polícia Federal em uma casa em São Luís que tinha cartazes de Roseana e de candidatos de sua coligação colados nas paredes e muros externos.

No local, a PF encontrou material de campanha de dois candidatos a deputado federal e estadual que integram a coligação da governadora.

HISTÓRIA

No local onde eram realizados os atendimentos, a PF encontrou material de campanha dos candidatos a deputado estadual e federal Manoel Ribeiro (PTB) e Luciano Moreira (PMDB), ex-secretário da Administração da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Foram encontrados também medicamentos de uso exclusivo em hospitais, com venda proibida no varejo, e títulos de eleitor.

Os muros e as paredes da casa onde estavam sendo realizadas as consultas tinham colados cartazes da governadora Roseana Sarney, que disputa a reeleição, e do candidato a deputado estadual Ricardo Murad (PMDB), cunhado de Roseana e ex-secretário da Saúde.

Uma paciente que estava sendo atendida no momento da ação e a dona da casa onde as consultas eram realizadas também foram presas em flagrante, segundo a PF.

A denúncia de compra de votos em troca de consultas médicas chegou à Procuradoria Regional Eleitoral do Maranhão, que solicitou a investigação à PF. O nome da médica presa não foi divulgado pela PF.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Ministro pede vista e o julgamento pode ser retomado nesta quinta

Ricardo Lewandowski disse que julgamento pode ser retomado nesta quinta.

Um pedido de vista do ministro José Antônio Dias Foffoli adiou o porcesso e pode ser julgado nesta quinta-feira o caso do registro do candidato ao Governo do Distrito federal, Joaquim Roriz.

Um verdadeiro bate boca na sessão causou tumulto. A observação levantada pelo presidente do STF, César Peluzo, de que o texto da Lei da Ficha Limpa torna a nova regra inconstitucional, suscitou om debate.

Pelo entedimento de Peluzo, a lei tem que volotar para ser redefinida pela Câmara Federal.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.