Fábio Macedo pede explicações da empresa Eneva sobre exploração de gás e petróleo no Maranhão

Durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão plenária de segunda-feira (7), o deputado estadual Fábio Macedo voltou a chamar a atenção para falta de interesse que a empresa Eneva tem em disponibilizar parte da produção do gás natural explorado no Maranhão, para utilização do produto como combustível veicular, o GNV.

O parlamentar pedetista ressaltou ainda as tentativas da empresa em “esconder informações importantes sobre a descoberta de poços de petróleo encontrados no estado”. Disse também que já são várias as tentativas de diálogo com a empresa, através de reuniões, visitas ao Complexo Parnaíba e, por fim, com a realização de uma audiência pública para se chegar a uma negociação e análises de viabilidade da exploração do produto.

” Todos aqui são testemunha da nossa luta pelo GNV no Maranhão e das várias tentativas de dialogar com a Eneva, mas percebemos que a empresa não tem nenhuma boa vontade, a fim de disponibilizar um pouco desse recurso para uso do povo do Maranhão como gás natural veicular, o que, com certeza, iria ajudar a vida de muitas pessoas no tocante ao impacto econômico, já que muitos utilizam o veículo como meio de sustento da família”, disse Macedo.

Segundo o parlamentar, a Eneva explora e lucra das riquezas do Maranhão e que sua última descoberta foi a do petróleo no estado. “Mas essa informação eu só tive acesso porque foi vazada por sites e revistas nacionais, pois a empresa mesmo não comenta nada sobre o assunto. Então eu gostaria de dizer que esta Casa, que tem um papel fundamental de fiscalizar, está atenta à exploração de toda e qualquer riqueza produzida, inclusive desse petróleo, que também é um recurso dos mais de sete milhões de maranhenses”, enfatizou o deputado.

Ainda de acordo com Fábio Macedo, é explorado diariamente pela empresa cerca de 8 milhões de metros cúbicos de gás para produção de energia, que é toda vendida para fora do estado. E que se fosse disponibilizado um pouco desse gás como combustível veicular no estado seriam necessários apenas 50 mil metros cúbicos diários.

“Nós fizemos várias tentativas sempre usando o bom diálogo, inclusive por meio da Comissão Temática de Assuntos Econômicos desta Casa, a qual tenho a honra de ser presidente. Nada temos contra a Eneva e nem outra empresa qualquer que se instalou em nosso Estado, mas não é justo que uma companhia que fatura bilhões aqui não ligue e nem olhe para as necessidades da nossa população”, acrescentou Macedo.

Petróleo

A informação da descoberta de poços de petróleo no Maranhão foi noticiada pela Revista Exame, de grande notoriedade e circulação nacional. De acordo com o periódico, a informação de que a Eneva encontrou recentemente indícios de petróleo foi publicada pelo site Brazil Journal. Em comunicado ao mercado, a companhia confirmou que identificou este ano indícios de óleo e gás em um poço na Bacia de Parnaíba e ressaltou que o volume e a viabilidade econômica do material ainda precisam ser apurados.

Desde que a notícia sobre os indícios de petróleo veio à tona, as ações da companhia subiram 7% na Bolsa de Valores. A empresa, que saiu de uma recuperação judicial em 2016, teve lucro de 886 milhões de reais em 2018 e vale 9,6 bilhões de reais.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Madeira lidera disputa pela Prefeitura de Imperatriz

O ex-prefeito Sebastião Madeira (PSDB) lidera a disputa pela Prefeitura de Imperatriz, na Região Tocantina. Foi o que mostrou pesquisa de intenção de votos realizada pelo Instituto Gauss, que entrevistou 820 pessoas no período compreendido entre os dias 18 a 20 de setembro, tendo como margem de erro 3% – para mais ou para menos.

O tucano, de acordo com o levantamento, possui vantagem em todos os cenários propostos.

No questionamento espontâneo – aquele no qual não é apresentado ao eleitor o nome do pré-candidato, Madeira aparece na frente com 11,34% das intenções de voto. O ex-prefeito Ildon Marques (PSB) e o atual prefeito Assis Ramos (DEM) estão em segundo e terceiro lugares, respectivamente, com 7,32% e 6,46%.

O deputado estadual Marco Aurélio (PC do B), candidato do grupo do govenador Flávio Dino, cravou 5,85%. O deputado estadual Rildo Amaral (SD), que já declarou apoio a Aurélio, pontuou com 1,95%.

Outros 16 nomes foram citados e não atingiram 1%. Não sabem ou não opinaram 64,39%.

No cenário estimulado – aquele no qual é apresentado ao eleitor o nome do pré-candidato – o tucano marcou 24,39%; seguido por Ildon Marques (19,27%), Marco Aurélio (17,80%) e Assis Ramos (12,56%) Brancos e nulos 1,95%; nenhum deles 11,10%; e não sabem ou não responderam 12,93%.

Em um segundo cenário estimulado, contendo oito pré-candidato, Madeira marcou 23,90%; seguido por Ildon Rocha (19,39%), Marco Aurélio (17,32%), Assis Ramos (12,07%), Rodrigo Brasmar (1,10%), Zé Carlos (0,98%), Maria das Graças (0,73%) e Richardson Lima (0,73%).

Quando o eleitor, também de forma estimulada, foi perguntando sobre “dos três último prefeitos, qual deles você considera ser ou ter sido o melhor para Imperatriz?”, o resultado foi o seguinte: Madeira (35,49%), Ildon Marques (30,12%) e Assis Ramos (14,63%). Nenhum deles 9,63% e não sabem ou não opinaram 10,12%.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

“Será reeleito em Pinheiro”, afirma Weverton sobre Luciano Genésio

O prefeito Luciano Genésio (PP) teve, mais uma vez, o seu trabalho pelo município de Pinheiro reconhecido por agentes da classe política.

Neste último fim de semana, o senador Weverton Rocha (PDT) ratificou apoio ao gestor e disse não ter dúvidas de que o mesmo será reeleito, ano que vem.

“Com certeza, será reeleito em Pinheiro”, afirmou o pedetista.

Weverton reuniu-se com Luciano e com a deputada estadual e primeira-dama da cidade, Thaiza Hortegal (PP).

Na pauta, novas ações para Pinheiro e, claro, o pleito municipal na Princesa da Baixada.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deputado estadual Roberto Costa é homenageado pelo Ministério Público do Maranhão

Na última sexta-feira (4) o deputado estadual Roberto Costa (MDB) foi homenageado pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA), pelo reconhecimento dos seus relevantes trabalhos à frente da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) como um dos vice-presidentes.

A honraria faz parte da comemoração em alusão aos 30 anos da Constituição Estadual do Maranhão, que aconteceu numa solenidade na Procuradoria Geral de Justiça, presidida pelo procurador-geral de Justiça do Estado, Luiz Gonzaga Martins, que contou com a presença do presidente da Assembleia, Othelino Neto (PC do B), deputados e ex-deputados da Constituinte de 1989 da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Roberto Costa agradeceu ao grande reconhecimento e destacou a importância de fortalecer ainda mais a cidadania e valorizar a instituição.

“É um reconhecimento do nosso trabalho. Só temos que agradecer ao Ministério Público, na pessoa do Dr. Luiz Gonzaga e a todos os nossos eleitores e amigos deputados. Esse é o nosso dever, de fortalecer a cidadania e a democracia do nosso Estado. Fazemos parte desta história com êxito e auto estima, defendendo sempre a nossa Constituição. O MP está de parabéns por todo esse reconhecimento e, em poder resgatar na memória de todos, através de exposição “Memórias do Ministério Público”, numa galeria em que relembra momentos marcantes com fotos, painéis de toda a história da nossa Constituição. Nada seríamos sem esta Constituição”, disse Roberto Costa.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

São Luís ainda não escolheu seu candidato a prefeito, como revelam as pesquisas

Faltando menos de um ano para a eleição do próximo ano, dia 4 de outubro, a maioria do eleitorado da capital ainda não decidiu em quem vai votar, ao contrário do pleito passado quando mais de 50% já estavam decididos entre três pré-candidatos: Eliziane Gama, Edivaldo Holanda e Wellington do Curso. A disputa foi parar no segundo turno entre Holanda, que se reelegeu, e Eduardo Braide (foto abaixo).

Todas as pesquisas realizada até agora, incluindo a mais recente da Econométrica, apontam que Braide tem a maioria da preferência do eleitor, mas a soma dos nomes citados até agora não chega a metade do total de votantes.

Isso demonstra que o quadro ainda não está claro e muito menos é seguro afirmar quem vai levar a vitória. O pleito municipal de São Luís, na sucessivas eleições do saudoso Jackson Lago, sempre apontava em menos de um ano quem seria o vencedor, ele próprio ou seus sucessores como Conceição de Andrade ou Tadeu Palácio.

Aliás, Lago foi também o responsável pela eleição do então candidato João Castelo. Nas duas últimas eleições a influência de Flávio Dino no processo foi decisiva para a vitória de Edivaldo Holanda Júnior. Na próxima eleição é bem provável que os dois estejam juntos apoiando um só nome. É aguardar e conferir.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Em novo podcast, Othelino Neto repercute aprovação da Reforma da Previdência e temas que movimentaram a Alema

Na décima edição do Podcast “Diálogo com Othelino”, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), destacou a votação da Reforma da Previdência no Senado Federal e também repercutiu temas e eventos que movimentaram o Parlamento Estadual nos últimos dias, entre eles, a homenagem ao cantor Zeca Baleiro; o projeto de lei de sua autoria que acrescenta dispositivo à Lei nº 9.663 que dispõe sobre Gratificação de Complementação de Jornada Operacional, dando nova redação visando beneficiar os policiais e promover mais segurança nos municípios maranhenses. Também deu destaque à celebração dos 30 anos da Constituição Estadual que será comemorada em sessão solene na Casa, no próximo dia 17.

Sobre a PEC da Previdência, aprovada em primeiro turno pelo Senado, Othelino Neto lamentou a manutenção de itens que, segundo ele, são prejudiciais aos brasileiros. “Se o redutor da previdência for aprovado também em segundo turno vai fazer com que muitos pensionistas recebam menos que um salário mínimo e como sobreviver desta forma?”, questionou.

Othelino fez questão de registrar os votos dos senadores do Maranhão, Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS), contrários ao texto aprovado. “Eles votaram respeitando o eleitor e a favor dos destaques que retirariam esses itens que prejudicam a população”, relatou o parlamentar.

Projetos aprovados

Outro assunto em destaque nesta edição do podcast foi o Projeto de Lei 480/19, de sua autoria, aprovado por unanimidade pela Casa Legislativa, acrescentando dispositivo à Lei nº 9.663, de 17 de julho de 2012, que dispõe sobre a criação da Gratificação de Complementação de Jornada Operacional para as operações especiais das polícias Civil e Militar, a ser paga aos policiais civis, militares e bombeiros. O dispositivo acrescentado pelo parlamentar modifica o artigo 7º desta lei, instituindo que o Poder Executivo poderá agora firmar convênio com a União e municípios, com o objetivo de celebrar cooperação na área da segurança pública para a execução de atividades operacionais, podendo, para tanto, utilizar policiais militares, civis e bombeiros militares em antecipação ou prorrogação da jornada normal de trabalho. O projeto foi à sanção governamental.

“O objetivo é reforçar a segurança pública nos municípios. Os policiais já estão distribuídos no estado todo, mas, caso os prefeitos queiram aumentar o efetivo, em horários específicos ou finais de semana, eles terão esse instrumento legal. Isso faz com que a população, mesmo nos municípios mais distantes, se sinta mais segura”, explicou.

Em relação à contestação de guardas municipais, Othelino Neto afirmou que é preciso compreender o sentido do projeto. “O policial militar não vai substituir o guarda. O que o projeto de lei vai permitir é que os policiais sejam direcionados de acordo com a demanda do município, sem tirar a missão ou função do guarda municipal”, esclareceu.

Othelino repercutiu ainda a homenagem ao cantor Zeca Baleiro, que recebeu as medalhas “Manuel Beckman” e “João do Vale”, propostas por ele e pela deputada Daniella Tema (DEM), respectivamente.
Falou também sobre a entrega de ambulâncias para municípios maranhenses, uma delas para Tasso Fragoso, onde possui base eleitoral. Também ressaltou em seu podcast a importância do projeto de lei da deputada Thaiza Hortegal (PP), que obriga as embarcações a terem kits de primeiros socorros nas embarcações.

E finalizou destacando o aniversário de 30 anos da Constituição Estadual, comemorado no dia 5 de outubro, data que será celebrada pela Assembleia Legislativa no próximo dia 17, às 11h, em sessão solene das Casa. “Homenagear a Constituição é sempre importante, porque é um horizonte que temos que seguir. E nesse momento de crises em que passa o país é fundamental que todos nós homenageemos a Constituição dos nossos estados, sempre olhando com muita fidelidade para a Constituição Federal”, avaliou Othelino, acrescentando ainda que no ato solene os deputados maranhenses constituintes à época serão homenageados.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Para Roseana Sarney, Rodrigo Janot é um blefe, chantagista e demente alcoólico

Um blefe

O país ficou estarrecido com o perigo que correu após as irresponsáveis confissões do Sr. Rodrigo Janot à frente de instituição tão fundamental à sociedade, como o Ministério Público Federal. Todos buscam entender do que se trata: podridão moral; doença psiquiátrica; loucura; demência alcoólica ou simplesmente um patológico processo midiático e comercial.

Revela sua obsessão pelo Maranhão e pelo inferno em que transformou os meus dois últimos anos de governo, com denúncias permanentes, inspeções montadas, chegando mesmo a utilizar o instrumento do blefe, como chantagem, a fim de pressionar-me. Foi incapaz de manter um diálogo construtivo em busca de soluções para os problemas que enfrentávamos.

Tudo isso nada tinha de bom desempenho de funções ou idealismo. Era simplesmente motivação política, originada em seu autoritarismo, incompetência, maus modos e influências circunstanciais.

Chegou mesmo à insanidade de pedir intervenção federal no Estado, baseado na rebelião de facções criminosas na Penitenciária de Pedrinhas, onde ele confessa ter espiões, um juiz e um padre mexicano da Pastoral Carcerária. E exalta como seu grande feito ter substituído as quentinhas servidas aos presos, igualando-as às servidas aos agentes penitenciários e ao diretor do presídio.

Ninguém mais do que eu procurei enfrentar o problema penitenciário. Para isso, aumentei em 75% a verba para o orçamento da Secretaria de Estado, Justiça e Administração Penitenciária, criada no meu governo, e contraí empréstimo no BNDES de R$ 224 milhões para o Sistema de Segurança do Maranhão.

Promovi a construção, na capital e no interior do Estado, dos presídios de Pinheiro, Santa Inês, Timon, Riachão, São Luís Gonzaga, Brejo, Coroatá e Imperatriz, além do Presídio de Regime Disciplinar Diferenciado, em São Luís. Fizemos a reforma e ampliação de estabelecimentos penais em Balsas, Pedreiras, Açailândia e Codó. Concluímos o centro de detenção de Pedrinhas. Aparelhamos o sistema de segurança com esteiras de raio-X, rádios receptores móveis, coletes balísticos, portais e detectores de metais, além de armamentos, fuzis, carabinas, espingardas e pistolas para reforço do trabalho dos agentes. Instalamos unidades prisionais de ressocialização em Santa Inês, Davinópolis, Chapadinha, Bacabal e também no bairro de Monte Castelo, em São Luís, serviços que já estavam sendo prestados pelas unidades regionais de custódia de Timon, Pedreiras, Imperatriz e Caxias.

A nossa meta foi cumprir o Termo de Compromisso celebrado junto ao Conselho Nacional de Justiça – CNJ. Aumentamos em cerca de 1.500 as vagas nas prisões. Este esforço foi concluído em grande parte e deixei os recursos necessários ao que faltava.

Trabalhamos sempre em parceria com o Departamento Penitenciário Nacional – Depen e aplicamos novas rotinas penitenciárias, ministradas aos agentes em cursos da escola de gestão penitenciária.

A briga e o domínio de facções no Sistema Prisional Brasileiro é uma desgraça que até hoje não foi banida e, ao contrário, tem aumentado. Portanto, a rebelião de Pedrinhas, que tanto sensibilizou o desequilibrado Janot, foi uma ação política visando às eleições que se aproximavam. São muitos os Estados que enfrentam os mesmos problemas, ou até mais graves.

Muito mais do que Pedrinhas, mataram-se e matam-se até hoje, de São Paulo ao Rio Grande do Norte, do Rio de Janeiro ao Amazonas, do Ceará ao Pará, lamentavelmente com números cada vez mais elevados. O escândalo nacional que promoveu o Procurador Janot agora é revelado como sendo um blefe – blefe este que se revelou eficaz como abuso do poder público e facciosismo político.

As referências que ele me fez são acusações caluniosas, nunca provadas, e mandadas arquivar pelos tribunais superiores após exaustivos e longos processos investigatórios. Apenas mostram o quanto este homem foi capaz de utilizar suas funções para dar vazão às suas alucinações e delírios, cometer tantas injustiças, provocar tantas lágrimas, atingir tantas famílias, deixando de lado os verdadeiros corruptos, isentando-os nos biombos das delações falsas, muitos impunes e usufruindo dos valores roubados.

O que fez o Sr. Janot diante do aumento dos homicídios, do tráfico de drogas e armas, da violência contra as mulheres e do ódio de gênero? Que desfaçatez! Começar pelo Maranhão para satisfazer suas taras etílicas foi um ato de baixeza, achando que aqui não havia autoridade. Demonstrou não conhecer a fibra e a coragem das mulheres maranhenses.

Não acredito em coincidências. Também não espero que o ex-procurador se retrate do mal que fez a mim e a tanta gente. Nas poucas palavras que trocamos quando da crise penitenciária, eu considerei o então Procurador Geral da República apenas um homem insensível aos problemas que o povo do Maranhão enfrentava àquela época. Infelizmente, me enganei. Ele revela ser muito pior do que isso. Um blefe

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Leonardo Sá convida para o Lançamento de sua Pré-candidatura a Prefeito de Pinheiro

O deputado estadual, Dr. Leonardo Sá (PL), nesta sexta (04), convidou toda a população maranhense, através de redes sociais, para o Lançamento de sua Pré-candidatura a Prefeito de Pinheiro, no Encontro Municipal do Partido Liberal (PL), que acontecerá na primeira quinzena de outubro, na “Princesa da Baixada”.

O evento que será aberto ao público também contará com a presença de vários políticos do cenário nacional, estadual e local. Onde acontecerão novas filiações ao Partido Liberal, dos pré-candidatos a vereadores, com lideranças locais do grupo político de Leonardo Sá em Pinheiro.

Já estão confirmadas as presenças da senadora, Eliziane Gama (CDN); do ex-deputado federal e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PSDB); da bancada do Partido Liberal, o presidente e deputado federal, Josimar de Maranhãozinho; dos deputados estaduais, Detinha, Vinícius Louro, Hélio Soares e Wellington do Curso (PSDB); da Secretária de Estado e presidente do AVANTE, Fabiana Vilar.

“Estou muito feliz e muito honrado em poder dar o ponta-pé inicial de uma história de transformação política na cidade de Pinheiro. No dia 12 de outubro será um momento de interação com a população pinheirense, em que apresentaremos também os pré-candidatos a vereadores da cidade e novas filiações do nosso grupo político ao PL. Conto com a presença de todos”, declarou Leonardo Sá.

A coletiva de imprensa será realizada na cidade de Pinheiro, com data e horários a serem divulgados em breve.

SERVIÇO:

-O QUE: Encontro Municipal do Partido Liberal (PL) e
Lançamento da Pré-candidatura a Prefeito de Pinheiro do Deputado Estadual Dr. Leonardo Sá.
-ONDE: Associação de Casais com Cristo (ACC).
Endereço: Rua Maria Pinheiro Paiva s/n. Santa Luzia. Pinheiro-MA.
-QUANDO: 12/10/2019 (sábado) às 9h da manhã.

Ascom-Deputado Estadual Dr. Leonardo Sá.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pesquisa aponta nome de juiz federal com menor rejeição em São Luís

Levantamento feito pelo instituto Prever entre os dias 22, 23 e 24 de agosto, ouvindo 888 eleitores na capital, divulgada hoje com exclusividade pelo Blog Maramais, aponta que o juiz federal José Carlos Madeira (foto abaixo) tem a menor rejeição entre os nomes sugeridos pelos pesquisados. Madeira já apareceu em recente enquete de site de São Luís como o mais votado para o cargo de prefeito.

Homem de gestos simples, juiz federal respeitado e honrado, Madeira já teve o nome sondado para disputar o Senado Federal em duas eleições pela chapa de Flávio Dino que se elegeu duas vezes governador. O magistrado preferiu continuar na Justiça Federal.

Com menos de dois anos para se aposentar, pode ser que desta vez Carlos Madeira aceite entrar para a atividade político partidária. Por enquanto, já recebeu convites de vários partidos, mas não sinalizou ainda por nenhuma das agremiações.

Conforme o Prever, no índice rejeição aparecem Bira do Pindaré com 10,4%; Tadeu Palácio com 9,7%; Adriano Sarney com 7,9%; Neto Evangelista com 6,3%; Wellington com 5,9%; Jeisael Marx com 5,8%; Osmar Filho com 5,4%; Eduardo Braide com 4,7%; Alan Garcês com 4,5%; Duarte Junior com 4,1%; Roberto Veloso com 3,1%; Rubens Junior com 2,1%; José Carlos Madeira com 1,0%; Nulos e Brancos 11,5% e Não Sabem 17,6%.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Destaque de Eliziane Gama garante e mantém abono salarial

Uma vitória para os trabalhadores brasileiros que ganham até dois salários mínimos e têm direito ao abono salarial. Nesta semana, a senadora Eliziane Gama (Cidadania) teve seu destaque aprovado em plenário garantindo a manutenção desse benefício.

A proposta da Reforma da Previdência seria a retirada do abono para quem ganha até 2 salários mínimos. Para a senadora, esta pauta nem deveria estar na reforma.

“É de cunho trabalhista. Entramos em uma conversa com os demais senadores, pois seria um prejuízo muito grande para os trabalhadores, além de preservar o poder de comprar e continuarmos movimentando a economia brasileira”, frisou Eliziane Gama.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeito do Maranhão conta a Bolsonaro as perseguições que sofre de Flávio Dino

São Pedro dos Crentes foi o município do Maranhão em que Jair Bolsonaro ganhou com folga o candidato do PT, Fernando Hadadd. O prefeito Lahesio Rodrigues (PSL) foi recebido ontem, quinta-feira (03), pelo presidente da República e aproveitou a oportunidade para relatar as perseguições que sofre por não rezar na cartilha de Flávio Dino.

Acompanhado do presidente estadual do PSL, vereador Chico Carvalho, o prefeito contou em detalhes como é duro ser oposição ao governo comunista no Maranhão.

Bolsonaro prometeu ajudar o município onde foi bem votado e repetiu o que tem dito aos políticos brasileiros que vai banir o comunismo no Maranhão e no Brasil.

“Um dia histórico pra todo o Maranhão, grato a Deus e ao povo da minha humilde cidade de São Pedro dos Crentes, os quais me proporcionaram esse momento com o presidente da República do Brasil. Na ocasião, conversamos sobre os problemas da nossa região, assim como das nossas dificuldades como prefeito tão combatido e perseguido pelo governo maranhense”, enfatizou.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Bela Vista do Maranhão terá nova eleição determinada pelo TSE

De ordem do ministro Sérgio Silveira Banhos, foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral nova eleição para o município de Bela Vista do Maranhão. O prefeito Orias de oliveira Mendes (PCdoB) e a vice Vanusa Santos (MDB) tiveram a chapa cassada por abuso de poder econômico.

A dupla havia entrada com um recurso ao TSE para se livrar da cassação imposta pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, mas teve a solicitação indeferida e confirmado o afastamento dos cargos para que seja procedida uma nova eleição em Bela Vista, sem a presença na disputa dos atuais mandatários.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.