PM notifica jornalistas I

O major Luís Henrique dos Santos Paiva notificou, desde ontem, os jornalistas Luís Cardoso, daqui do Jornal A Tarde, e Marcos Deça, do Estado do Maranhão e blogueiro do Imirante para que esclareçam sobre ação de milícias armadas, formadas por militares, que estariam cobrando valores de empresários para garantir a segurança dos seus negócios. Tenha santa paciência, major!

PM notifica jornalistas II

Matéria sobre o oferecimento de serviços de seguranças por militares foi publicada no Jornal A Tarde, em novembro de 2007, após o segundo arrombamento ao matutino de propriedade de Luis Cardoso. No dia seguinte o jornalista Marcos Deça publicou a mesma informação em seu blogue no Imirante.

PM notifica jornalistas III

Uns 10 dias depois do fato ser amplamente comentado nos principais programa de rádios da cidade, o deputado Raimundo Cutrim ocupou a tribuna da Assembléia Legislativa para denunciar a dupla ocupação de alguns militares na segurança pública e na segurança privada.

PM notifica jornalistas IV

Na ocasião, Cutrim disse que o serviço fora da atividade prevista pela legislação é inconstitucional.

O deputado chegou, inclusive a citar alguns estabelecimentos comerciais onde os militares estariam prestando serviços.

PM notifica jornalistas V

Vamos aos fatos. No dia 05 de novembro bandidos arrombaram a sede do Jornal A Tarde, 579, à rua José Bonifácio, centro, numa madrugada e levaram os equipamentos de informática do matutino.

Luis Cardoso foi registrar queixa na Delegacia de Roubos e Furtos, na rua da Palma. Não havia nenhum policial para fazer o registro. Cardoso, então, foi encaminhado para o Primeiro Distrito, na mesma rua. Não foi possível fazer porque a fila dobrava o quarteirão. Eram pessoas que foram roubadas.

De volta à delegacia de Roubos e Furtos, a informação era de que ali só registrava roubo acima de R$ 15 mil. Um desrespeito. Uma bagunça. A cara da Secretaria de Segurança Cidadã.

PM notifica jornalistas VI

Ao retornar ao jornal, sem conseguir registrar o arrombamento, um militar aguardava Luis Cardoso. Dizia ser sargento da PM e que fazia parte de uma empresa de vigilância formada por PMs. “Faça um contrato conosco e nunca mais terá sua empresa roubada”, garantiu o militar, após apontar para uma cooperativa, em frente a sede do jornal, informando que o loca havia sido roubado e após o contrato tudo era tranqüilidade. “Além dos policiais ficarem lá dentro, uma viatura passa constantemente pelo local”, disse.

Falou ainda que o Datacontrol tinha sido arrombado e levaram de lá oito computadores. Depois que a empresa contratou quatro militares, nunca mais aconteceu nada.

– Quanto custa? Indaguei.

– R$ 1,5 mil cada militar.

– Não tenho como pagar.

O militar nem insistiu e foi embora.

PM notifica jornalistas VII

Dez dias depois, novo arrombamento ao Jornal A Tarde, sendo que desta vez levaram quase tudo. O matutino foi obrigado a mudar de endereço. O Serviço Velado esteve no local e garantiu que em 24 horas entregaria os equipamentos roubados e ainda mostraria os receptadores, donos de Lan Houses.

O Serviço Velado foi informado por Luis Cardoso de outras vítimas que estavam tendo seus estabelecimentos arrombados no centro da cidade. De preferência os bandidos levavam equipamentos de informática. Nada foi descoberto até hoje.

PM notifica jornalistas VIII

Depois de cinco meses, o major Luis Henrique Paiva resolve notificar os jornalistas Luis Cardoso e Marcos Deça para que apontem os militares que trabalham em outras atividades fora do que determina a lei. Santa paciência!

Notifique o deputado Raimundo Cutrim, senhor major! Peça aos proprietários da Potiguar, Datacontrol e outros estabelecimentos se existem militares trabalhando por lá, caro major! Ou será que o senhor é o único que não sabe que existem dezenas de militares prestando segurança em boites e outros estabelecimentos do mesmo gênero? Santa paciência!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Quatro mortes

O Ministério da Integração e a Coordenação da Defesa Civil no Maranhão divulgaram quase que simultaneamente os números dos estragos feitos pelas fortes chuvas que abalam o Maranhão. São 86 municípios atingidos.

Quatro pessoas morreram no Maranhão por causa das chuvas: duas em Lagoa Grande e Governador Archer, respectivamente. Uma pessoa, até às 18h de hoje, não havia sido localizada em Alto Alegre do Pindaré.

Em todo o Nordeste, o número é alarmante se comparado aos dados do ano passado. De acordo com os números do Ministério da Integração, mais de 130 mil pessoas estão desabrigadas no Nordeste e 36 pessoas já morreram em toda a região por causa das chuvas.

No vizinho Estado do Piaui subiu para quatro o número de vítimas fatais com a morte hoje do ex-vereador Daniel Antônio Abade, do PSDB. Na cidade de Socorrão, ele tentou atravessar um richao para ir ao encontro da sogra e morreu afogado.

CUIDADO COM OS NÚMEROS

Um detalhe nos chama a atenção nos números do Ministério da Integração e nos da Coordenação de Defesa Civil do Maranhão e, claro, nos remete aos escandalosos tempos em que alguns governadores do Nordeste falsificavam os dados para receber volumes de recursos bem maiores. Esse filme já assistimos aqui mesmo no Maranhão.

De acordo com o ministério, até hoje, são 25 mil o número de flagelados. Já o coordenador de Defesa Civil, coronel Roberto Araújo, informou ontem que os números chegam a 55.013. Portanto, mais da metade. A não ser, é claro, que os números federais estejam ultrapassados.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Bibas no Legislativo

O líder da oposição na Assembléia Legislativa, deputado Ricardo Murad, reagiu de forma dura a uma nota publicada na coluna Dr. Pêta do Jornal Pequeno, edição de domingo. Informa a nota que um parlamentar teria levado uma garota e um garato para um motel. Diz ainda Pêta que lá pelas tantas o suposto parlamentar teria dispensado a gata e ficado com o gato. Nada demais, exceto se foi um rala e rola com garota e garoto de programa, o que fortalece a rede de prostituição no Maranhão.

Murad cobrou do jornal a divulgação do nome do parlamentar para que a casa não seja achincalhada. Ou melhor, como deveria ter dito, para que não paire suspeita sobre os machões da Casa. Afinal, dizer que um parlamentar estava fazendo zig e zag com uma garota e um garoto no motel pode joga a todos na mesma vala, segundo a interpretação de Murad. Aí não seria mais um programa, mas uma suruba legislativa. 

Na Câmara Municipal, logo pela manhã, a coisa fedeu. Tinha vereador dizendo ter certeza de que se tratava de vereador fulano de tal. Outro afirmava bem baixinho que a biba era uma das antigas da casa. Ora, vem só! A que situação chegamos! Com tantos problema, nossos representantes estão preocupados em saber quem é homossexual ou não. De que lado corta o machado ou em que buraco pode entrar a foice.

Pior mesmo foi depois que informaram a um representante municipal que vereador não é parlamentar. “Ufa, que alívio!”, respirou um conhecido vereador da cidade, depois de uma quebra de asa capaz de derrubar avião.

No período da tarde, no plenário da Assembléia Legislativa, após o pronunciamento do líder da oposição, lembraram a Ricardo Murad que vereador é assim parlamentar. O deputado ficou mais aliviado, principalmente depois de informado que o número de lá é bem maior do que o de cá.

Não demorou muito, de volta a confusão. Murad foi convencido de que vereador não é parlamentar. Lá vem a cobrança e a exigência de que o Dr. Pêta revele o nome do parlamentar de cá. A deputada Helena Huley, que ao lado assistia a cena hilária, apenas sorria.     

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Lá e cá

O prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, ficou chocado com a cena deprimente em um bairro destruído pelas águas das chuvas na sua cidade. Chorou e mandou tomar as providências para recuperar o bairro e injetar ânimos nas vítimas. Nada do que a sua obrigação como gestor, como homem público.

Em São Luís, numa roda de jornalistas, o prefeito Tadeu Palácio ironizou da situação das vítimas das fortes chuvas. Pediu o número do fax de São Pedro para maneirar na torneira. Nenhuma graça, nenhum gesto decente de um administrador público.

Hoje, no início da noite, soube que Tadeu Palácio dará amanhã entrevista coletiva para tratar sobre o estado de caos e abandono a que estão submetidos os bairros da cidade, notadamente os periféricos. Até aí tudo bem. Talvez, queira pedir desculpas pelas ironias e anunciar medidas para ajudar as famílias vítimas das chuvas (perderam casas e móveis) e começar a trabalhar para recuperar ruas e avenidas de São Luís.

Porém, começo a desconfiar da seriedade da entrevista. Ocorre que a sua zelosa secretária de Comunicação Social convida apenas os veículos parceiros da Prefeitura de São Luís. Se for receio de que seu prefeito seja apertado diante do descaso e do estado de abandono da cidade, sugiro que não convide ninguém. Faça um release e envie para os veículos contratados.

Como a entrevista será em local público (no gabinete do prefeito), o Jornal A Tarde estará presente, quer queira ou não a secretaria de Comunicação da Prefeitura da capital.  

    

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Lula no Maranhão

O presidente Lula da Silva informou hoje pela manhã ao governador Jackson Lago que estará em São Luís, no dia cinco de maio, para lançamento do PAC/Rio Anil, com a liberação de R$ 235 milhões.

O grupo Sarney, segundo fui informado, não quer ficar de fora do evento. A bancada federal Roseanista quer marcar presença. Soube agora a pouco que com exceção da senadora Roseana Sarney, o restante da bancada estará presente ao evento, que será realizado no Palácio dos Leões.

Senadora Roseana Sarney e o presidente Lula

Roseana, conforme fui informado, sabia por antecipação da vinda do presidente Lula ao Maranhão e com ele acertou um jantar na residência do seu pai, no Calhau, o senador José Sarney, que estará presente.

A senadora pretende reunir o maior número possível de lideranças políticas do Maranhão e um bom número de empresários de outros estados para que sejam atraidos grandes investimentos ao Maranhão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deu no Portal AZ:Briga de facções deixa dois mortos na Penitenciária de Pedrinhas

Uma briga entre facções rivais na madrugada de hoje (07) terminou com dois presos mortos e outro gravemente ferido em menos de 12h, na Penitenciária de Pedrinhas.

Penitenciária de Pedrinhas

De acordo com informações de testemunhas, cinco detentos partiram da cela 10 do Pavilhão G para a cela 7. Lá, eles mataram o preso identificado como Hamilton Lima de Oliveira e espancaram brutalmente Cléber Ricardo dos Santos Martins. Este foi levado em estado grave para o Socorrão 2, na Cidade Operária.

Os autores do homicídio foram Leanderson Furtado Santos, Tobias Pereira Oliveira, Gracivaldo Rodrigues, Márcio de Sousa e Max Aurélio de Oliveira. Eles foram autuados em flagrante por homicídio no Plantão da Vila Embratel.

No começo da manhã, um segundo preso foi assassinado no Pavilhão A da Casa de Detenção de Pedrinhas. O detento Ronaldo da Conceição Rodrigues foi morto a chuchadas pelo desafeto Jamilson Pereira. O motivo do crime: Ronaldo teria furtado um DVD, uma TV e um ventilador da cela de Jamilson.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Quadro negro

O Maranhão ficou na décima sétima colocação no ENEM. 57 mil alunos fizeram as provas objetivas.

Estudantes prestando prova ao Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM

De acordo com os resultados, as dez piores escolas são: Padre Astolfo Serra, de Matinhas, Almerinda Bayma, de Codó, Centro de Ensino de Jovens e Adultos Lúcia Bayma, de Codó, Kiola Costa, de São Bento, São José de Ribamar Anexo, Centro de Ensino Ebero Santos, de Grajaú, Clodomir Millet, de Coroatá, Augostinha Lima, de Igarapé do Meio, Deputado Alexandre Costa, de Milagres do Maranhão, Monsenhor Madureira, de Bacabeira. Enquanto a média nacional foi de 50.84, a do Maranhão atingiu 46.14.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

O dono da Emap

O ex-deputado federal João Castelo acha que é o dono da Emap (aquela empresa que administra o Porto do Itaqui de acordo com as conveniências de seu presidente). O meu bloogue foi o primeiro a informar que Castelo quer indicar o seu sucessor

Comentei no blogue do jornalista Walter Rodrigues a informação a mim repassada de que João Castelo teria firmado um acordo com o governador Jackson Lago para que seu substituto seja João Rodolfo Ribeiro Gonçalves, primo de Castelo, diretor de operações da Emap.

Leio hoje no excelente blogue do jornalista Marco Deça a mesma informação. Porém, acabo de receber um telefone de um pedetista da Secom que desmente o provável acerto. Diz o membro do PDT que o cargo, caso Castelo se desincompatibilize, será preenchido por um membro do partido. Citou até o nome, mas pediu que não fosse divulgado.  

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Décio Sá

O jornalista e blogueiro do Imirante Décio Sá vem sofrendo ameaças de espancamento e até morte pelo deputado federal Ribamar Alves. A coisa é séria. Alves, que reside em Santa Inês, terra conhecida pelo mando da bala, pelo poder do calibre, não gosta de ser criticado.

O Sindicato dos jornalista e a Fenaj devem tomar as providências para evitar que tais ameaçam resultem em realidade. Mandato de deputado é passageiro. Profissão de jornalista é eterna. Décio Sá é formado pela Ufma.

Do nosso blogue e do Jornal A Tarde, o companheiro jornalista tem a solidariedade e nosso apoio para não permitir que pessoas com mandatos de deputado se arvorem de dono da lei  e o senhor da chibata. Não se intimide, Décio Sá!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Rapina II

Rapina

A segunda etapa da Operação Rapina não foi concluída. A Polícia Federal aguardava mais três prefeitos e dois presidentes de Câmara Municipais que haviam mandado seus auxiliares para o escritório de contabilidade da rua 23 de novembro, na Camboa, na noite de terça-feira última.

Quando souberam da presença dos federais na manhã de quarta-feira, sumiram, inclusive de seus municípios. Um deles é a prefeita de Carutapera. O escritório serviu, durante dois dias que antec ederam ao prazo para prestação de contas junto ao TCE, para fabricar documentações fiscais.

Os donos do escritório de contabilidade permanecem presos sob custódia da Polícia Federal. As mulheres, em número de quatro, na antiga Delegacia Metropolitana, no Olho D`água. Os homens, em número de nove, no Presídio de Pedrinhas. Advogados, incluindo nomes da direção estadual do OAB, fazem a defesa e engordam a receita.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

O sorriso de Tadeu

Não pensem que o prefeito Tadeu Palácio anda desesperado com o estado de caos implantado pelas fortes chuvas na maioria ou em quase todos os bairros da cidade. Não!

Tadeu, ao contrário, anda como sorriso largo. Achou como forte aliado para seu projeto político (fazer seu sucessor) São Pedro. Por isso, numa roda de jornalista, pediu o número do fax do santo que tem as chaves dos tanques celestes. Talvez para lhe agradecer por tanta chuva. Explico.

Com R$ 7 milhões enviados do cofre estadual muito bem guardados e mais o acúmulo de recursos oriundos de transferências federais, estaduais, e de verbas da receita própria, a burra da Prefeitura de São Luís está quase parindo. Tamanho o volume de dinheiro para ser gasto exatamente nos três meses que antecedem a data da eleição municipal.

Com as chuvas de abril e as pancadas violentas de maio, o prefeito vai decretar estado de emergência em São Luís. São mais recursos federais que entrarão na barriga da prefeitura. Com a entrada de junho, São Pedro passará um fax ao prefeito para comunicar que chegou a bonança. É hora, então, de trabalhar, mostrar serviço.

Experiente, Tadeu Palácio vai encher as ruas e avenidas da cidade de máquinas e asfalto. É o prefeito trabalhador, dirão os menos informados (a maioria da população). São Luís virou um canteiro de obras, falarão as vozes carentes nas ruas, praças, becos e esquinas (da periferia, principalmente).

Com os salários municipais pagos em dia e, consequentemente, o comércio aquecido, ninguém segura a administração Tadeu Palácio. É assim que no interior qualquer prefeito se reelege ou faz seu sucessor. Ganha com salários e asfalto. Pouco importa a barriga de quem não é municipal ou as esperanças dos jovens desempregados. Nem mesmo a mágica fórmula das domésticas para multiplicar os pães. Lamentável que tudo ocorra assim.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.