Pesquisa

Informei aqui que apenas um instituto cotratado pela coligação de Flávio Dino havia se aproximado dos resultados da eleição de domingo. Não é verdade. O Escutec, de propriedade do empresário Fernando Júnior, vinha muito antes confirmando o segundo turno, mas só no dia da eleição, depois de pesquisa de boca de urna, disse que o resultado seria de 42 Castelo a 32 Flávio Dino. Portanto, empate técnico com os números reais das urnas.

Além disso, o Escutec acertou os resultados em diversos municípios como Caxias, Ribamar, Raposa, São Mateus e outros. Salvo engano, errou apenas uma Codó.    

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Lula pode sair derrotado

Nas grandes capitais do Brasil, nas cidades mais politizadas da nação, o que se observou no primeiro turno da eleição foi a preocupação do eleitor com os problemas da sua cidade. De nada adiantaram os discurso e apelos do presidente Lula para que votassem em seus candidatos, os da sua base aliada.

O PT de Lula elegeu apenas seis prefeitos de capitais, sendo que a prefeita de Fortaleza foi reeleita sem o apoio de Lula, que optou pela senadora Patricia Sabóia, ex-mulher de Ciro Gomes. Então, o PT elegeu apenas cinco candidatos. Em São Paulo, o democrata Kassab busca a reeleiçao supreendendo ao chegar à frente da petista Marta Suplicy. Na capital paulista, Lula fez arrojada campanha em favor de sua candidata, prometendo mundos e fundos. Kassab, que tem o apoio do governador Tucano José Serra pode, mais uma vez, surpreender e derrotar Lula.

Pior mesmo foi na região do ABC. Lá, o nosso presidente elegeu somente um prefeito e não conseguiu ganhar com seu ex-ministro Luiz Marinho no primeiro turno. Lula passou a maior parte do tempo no município de São Bernardo, cidade de Luiz Marinho, cabalando votos no corpo-a-corpo e corre o risco de não vencer no segundo turno. Em Teresina, o candidato petista perdeu para o prefeito tucano. Anotem bem: em Teresina. No geral, o PT fez 547  prefeitos em todo o país, perdendo para o PMDB, o grande vitorioso com 1.200 prefeituras, para o DEM e para o terceiro colocado, o PSDB.  

Faça toda essa análise do resultado da eleição para mostrar que nas cidades em que a população tem a consciência política mais avançada, todos sabem que o presidente da República é presidente de toda a nação, não apenas de uma partido ou de uma base aliada. Até mesmo na vizinha Teresina os eleitores não precisam votar no candidato de Lula para que seus anseios sejam correspondidos. Em resumo: a população dos municípios politizados e de alguns mais esclarecidos votou olhando para os problemas  da sua cidade, de que estão bem próximos, e não pensando nos projetos políticos do presidente Lula.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Abstenção

Os candidatos que disputarão o segundo turno em São Luís, João Castelo e Flávio Dino, devem investir numa parcela considerável que se absteve da eleição no primeito turno. 18% dos eleitores da capital, que o representa mais de 115 mil, votos não compareceram ontem às urnas para votar.

Essa parcela alheia ao processo eleitoral pode decidir a eleição. Ela, pelos resultados anunciados pelos institutos de pesquisas, dobrou. Era de apenas 9%. Os dois candidatos, portanto, terão que empolgar e motivar esses eleitores.   

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Surpresa

Ninguém, exceto um instituto contratado por Flávio Dino para monitorar sem alardes a tendência do eleitorado da capital, acertou o surpreendente resultado do primeiro turno da eleição em São Luís. O instituto chegou perto. Apontou Dino com 31% das intenções de votos. Todos erraram. Jornalistas, analistas políticos, blogueiros e todos os institutos de pesquisas. Todos anunciaram a fatura liquidada no primeiro turno, favorável a João Castelo.  

Jornalistas experientes como Roberto Kenard e Marcos Deça, que pregaram dois turnos faltando uma semana para a eleição, dias depois estavam um dúvida. Achavam que Castelo teria chances reais de ganhar no primeiro turno. Aliás, inclusive eu. Salvo engano, Walter Rodrigues se inclui na exceção.

Todos os institutos que realizaram pesquisas em São Luís, exceto o contratado por Flávio Dino, anunciaram a vitória de Castelo. No meu blogue, dois dias antes da eleição, disse que Castelo ganharia a eleição hoje, mas fui cauteloso ao afirmar que era preciso aguardar o resultado das urnas.

O grande vitorioso dessa eleição em todo o Maranhão foi o deputado Flávio Dino. Vencedor, ainda que não chegasse ao segundo turno, pelo surpreendente crescimento na preferência do eleitorado da capital. Ultrapassou a Clodomir Paz, candidato do prefeito Tadeu Palácio, de forma assustadora. Foi como fogo de munturo. Começou como brasa e logo virou chamas.

Ninguém, entretanto, pode dizer que João Castelo saiu derrotado nessa eleição. Ficou na margem apontada pelos institutos de pesquisas. Estava, há duas semanas, com 45% e termincou com 43% da votação. Castelo tem folêgo e experiência em eleições. Sabe que precisa fazer mudanças no formato da sua campanha. Por exemplo: deixar de apanhar calado. Tem que reagir. Sugerir ao Duda Mendonça, marqueteiro da sua campanha, um dos melhores do país, a azeitar sua performance. Temperar mais, ao invés de ficar na água açucarada.   

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pequena diferença

Analisando friamente os resultados da eleição para prefeito de São Luís, concluímos que a diferença entre João Castelo e Flávio Dino é pequena. O tucano ganhou por apenas 45 mil votos. Não custa nada lembrar que Roseana Sarney, ao término do primeiro turno da eleição de 2006, saiu à frente de Jackson lago com mais de 120 mil votos. O resultado todos sabem.   

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Posição de Cutrim

O deputado Raimundo Cutrim, candidato derrotado ao cargo de prefeito de São Luís, que obteve mais de 4% dos votos válidos, ensaiou hoje see destino no segundo turno da eleição na capital.

Foi taxativo. Disse que não tem compromisso com João Castelo e muito menos com o candidato Flávio Dino. Se mantiver a tão propalada independência, agora vai. Deve apoiar João Castelo. Mas fui informado agora a pouco que tem agendado encontro para amanhã com a senadora Roseana Sarney, que entrou de corpo e alma na campanha de Flávio Dino, duas semanas antes do dia da votação do primeiro turno.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mudança já

Mais do que nunca é hora de fazer a reforma política no país. O eleitor não concebe que seu candidsato seja o quinto mais votado e fica de fora da relação dos eleitos.  É o caso do vereador Jota Pinto, que teve quase 6 mil votos, ficou em quinto lugar e não se elegeu. Marília Mendonça foi a décima segunda mais votada e não se reelegeu. Uma injustiça.  

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Renovação na Câmara

A renovação na Câmara Municipal de São Luís, graças a Deus e aos eleitores da capital, avançou. Foi de mais de 50%. Voltaram apenas Astro de Ogum, Pereirinha, Augusto Serra, Barbosa Lajes, Dr. Gutemberg, José Joaquim, Albino Soeiro, Sebastião Albuquerque e Edivaldo Holanda Júnior, o mais votado em São Luís.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Regueiros dançaram

O eleitor de São Luís disse não aos candidatos que se auto-denominam representantes do reggae, aquilo que eles consideram a capital do reggae do Brasil. Os quatro candidatos, sendo um vereador, foram despachados para dançar as pedras em outros barracões. São eles: Ferreirinha (vereador), Ademar Danilo, César do Egito e Naty Naffson. Que Pinto da Itamaraty, deputado federal, coloque as barbas de molho.   

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mão de vaca

Ontem, por volta das 15h, o prefeito Tadeu Palácio ia sainda do Cohafuma, numa reluzente e nova camioneta da Chevrolet. Ao volante sua nova esposa, Gardênia. O carro parou em um sinal. Um corsa Classic colou ao lado, com um casal. O motorista acenou para Tadeu pedindo grana. 

O prefeito foi “generoso” e sacou do bolso uma cédula de R$ 10. O sinal abriu. Gardênia arrancou o carro. O rapaz do corsa gritou: “Mão de vaca” e jogou o dinheio no chão. meu motorista não perdeu tempo e pegou  a esmola.  

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Compra de votos

Fui agora pouco votar no Colégio Batista, no João Paulo. Para minha surpresa, cabos eleiorais davam até R$ 30 reais para votar em candidatos. Não presenciei nenhum policial por perto. Denuncie o fato para dois fiscais de coligações diferentes. Um deles disse que desde cedo a compra de votos estava rolando solta. Uma lástima.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Bom lugar

Um bom lugar para fazer cobertura de eleições: Bom Lugar. Até o momemto já mataram dois e cinco estão no hospital baleados. Até às 15h o clima era de faroeste. Lamentável.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.