Jackson confirmado

A sondagem dos pedetistas, por enquanto, concentra força no convencimento ao prefeito Tadeu Palácio para que compareça ao evento de Julião Amin.

Jackson Lago, segundo soube a coluna, já confirmou presença. E pretende levar o maior número possível de históricos do partido ao encontro.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Posição de Tadeu

O prefeito de São Luís, Tadeu Palácio, reafirmou ao radialista Tony Castro, da Educadora, que o nome de sua preferência para disputar a sucessão em São Luís será mesmo de um membro da sua equipe.

Dos quatro membros, Canindé Barros é o que tem melhor posição nas sondagens.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Rachado

A divisão dentro do PDT pode deixar o partido aos cacos, antes mesmo das convenções partidários. O partido de Jackson Lago tem mais de um candidato em diversas cidades.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Trator roubado no Piauí estava alugado para o Governo do Maranhão

Foto do trator que a Polinter do Piauí apreendeu no município de Piracema do São Mateus, no Maranhão

O delegado Francisco das Chagas Costa, o “Bareta”, titular da Delegacia da Polinter do Piauí, localizou e apreendeu no município de Piracema do São Mateus, no Maranhão, a enchedeira que no dia 8 de outubro de 2007 foi tomada durante um assalto no Povoado Alegria, na zona rural de Teresina. A máquina estava alugada para o Governo do Estado do Maranhão.

A enchedeira foi alugada pelos empresários Eduardo José Barros Costa, dono da Imperador Empreendimentos e Construção Ltda, José Raimundo Tales Chaves Júnior, o “Júnior Bolinha”, responsável pela distribuição de Coca-Cola em Santa Inês, e Marcos André Brás Mendonça, o “Marquinho”, dono de uma cerâmica em Zé Doca. Os três recebiam mensalmente do Governo do Estado R$ 10 mil pelo aluguel da máquina. Ela estava sendo usada na construção de estradas na região de Piracema do São Mateus.

Para poder alugar a enchedeira roubada, os empresários teriam conseguido até uma nota fiscal falsa da Tratorpila do Brasil Ltda, em Belo Horizonte. A nota já está em poder da polícia.

“Já estou solicitando a prisão dos empresários”, informa o delegado “Bareta”, que desde o início da Operação Serra Pelada já apreendeu dez máquinas no Maranhão, que foram roubadas no Nordeste. Todas prestavam serviços para o poder público.

delegado Francisco das Chagas Costa, o “Bareta”

Na próxima segunda-feira (31/03), o delegado “Bareta” começa a ouvir os prefeitos do Maranhão que usavam as máquinas roubadas. O primeiro será Francimar Marcolino da Silva, o “Mazim”, prefeito de Governador Newton Bello. O depoimento dele está marcado para às 9h de segunda-feira (31). Depois serão interrogados prefeito de Nova Olinda, Hemetério Weba, o vereador Odonires Cabral, de Santa Inês, José Augusto, prefeito de Bela Vista e José Uilson Silva Brito, prefeito de Araguanã (Maranhão).

Fonte: Portal AZ

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Bancada omissa

Programa de Aceleração do Crescimento

O Maranhão tem 21 representantes no Congresso Nacional. São 18 deputados federais e três senadores. Quando é para defender os interesses do Maranhão, juntando tudo, não temos nada. Agora, em se tratando de interesses pessoais…

O Presidente Lula acaba de anunciar a execução de 1.800 obras em todo o país. É um conjunto do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) voltado para as áreas de saneamento e habitação. O Maranhão, é bem verdade, foi contemplado.

Porém, pasmem, senhores! Fomos beneficiados com menos de 3% do volume total das obras. Os vizinhos: estados do Piauí, Ceará e Pernambuco estão com posições mais privilegiadas. Motivo: a briga das bancadas pela inclusão de seus estados no programa.

Na Bahia, assim como em Pernambuco e Ceará, os políticos (senadores e deputados federais) unem-se pela alocação de verbas para seus estados. Aqui, como sempre foi, a coisa é diferente.

Enquanto os estados vizinhos vão abiscoitar mais de R$ 500 milhões para obras prioritárias, o esquecido Maranhão terá apenas R$ 10 milhões do PAC. Uma lástima.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Recursos presos no BNDES

A Prefeitura Municipal de São Luís tem dois projetos de suma importância para o maior problema urbano da capital: o trânsito. São recursos da ordem de mais de R$ 100 milhões.

Questões de trânsito, em toda capital, se revolvem com construção de novas vias, viadutos e outras alternativas para desafogar o tão complicado fluxo de veículos.

Para isso, as prefeituras necessitam de recursos. Ou de projetos que envolvam a liberação de verbas. Não tem sido diferentes nas outras capitais.

A bancada federal do Maranhão sabe do pleito da Prefeitura de São Luís junto ao BNDES. O que tem feito para que os recursos possam ser liberados? Nada! Embora quatro dos membros da atual bancada estejam postulando o cargo de prefeito de São Luís. São eles: deputados Pedro Fernandes, Gastão Vieira, Waldir Maranhão e Flávio Dino.

Não se sabe até agora de nenhuma iniciativa dos postulantes para que os recursos do BNDES sejam liberados. Mas, no bojo da campanha, criticam o trânsito da capital quando parte da solução dos problemas está ao alcance de cada um. E nenhum deles faz sua parte. Cumpre o seu papel.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Lobão inicia articulações I

ministro de Minas e Energia, Edson Lobão

O ministro de Minas e Energia tem sido procurado com freqüência por prefeitos maranhenses, inclusive o que fazem parte da base do Governo do Estado.

Gentleman, Lobão tem atendido a todos, sem distinção de credo ou cor partidário. Boa parte dos pleitos dos prefeitos diz respeito ao programa Luz Para Todos. Outros chegam até a reclamar ao ministro que não estariam sendo bem tratados por alguns secretários estaduais. Lobão, experiente, apenas ouve calado.

Lobão inicia articulações II

Sondado por alguns prefeitos se sairá candidato a governador em 2010, o ministro tem sempre dito que ainda é prematuro falar sobre o assunto. Que sua preocupação agora está voltada unicamente para o setor elétrico do país.

“A minha missão agora é trabalhar pelo Brasil, sem, jamais esquecer o Maranhão, que tem um déficit enorme no setor elétrico”, diria dito Lobão a um prefeito da Baixada.

Lobão inicia articulações III

Preocupado com as inúmeras reclamações de que o programa Luz Para Todos, no Maranhão, não chegou de longe a atingir a média nacional, o ministro de Minas e Energia decidiu tomar providências.

A primeira delas será a realização de encontro com os prefeitos dos municípios nos quais existem povoados não contemplado pelo Luz Para Todos.

Lobão inicia articulações IV

Sem data ainda acertada, o encontro servirá para que o ministro ordene a execução das obras que irão beneficiar mais de 50 mil famílias, principalmente nas regiões da Baixada e do Alto Sertão, onde nasceu Lobão. Ele é de Mirador.

Do encontro, devem participar também prefeitos de outros municípios que pretendem levar reivindicações diferentes ao ministro. Lobão que reunir o maior número possível de lideranças ao evento.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Famem com Lobão

Ao contrário do que era esperado, o encontro não será coordenado por aliados da senadora Roseana Sarney, que ainda mantém um grupo expressivo de prefeitos ao seu lado.

O evento político, na verdade, terá o comando da Famem, que congrega os 217 prefeitos do Maranhão, sob a batuta do regente reinaldista Tema Cunha.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Atrapalho

Tem assessora de imprensa que quando não atrapalha, estraga ou joga água suja nas relações entre alguns veículos de comunicação e a companhia para qual diz que trabalha.

Pelo andar da carruagem, seu chefe terá muito trabalho, inclusive na intermediação das questões com as comunidades. A depender da assessora, carregará nas costas volumoso fardo de brita.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Fantasmas

Por falar em assessoria de imprensa, a Caema não vive mais aqueles momentos de glória na área. Antes, respondia a todas as reclamações, inclusive de ouvintes de emissoras de rádio.

Hoje, ao que parece, a assessoria de imprensa ficou mais com cara de Pluft, o Fantasminha. Não se acha ninguém.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Sem Jackson e Tadeu, Castelo decide sair candidato a prefeito

De Brasília, onde participa de reuniões para tratar de problemas relacionados ao Porto do Itaqui, o dirigente da Emap, João Castelo mandou avisar aos amigos e correligionários que decidiu ser candidato a prefeito de Luís, mesmo sem o apoio do governador Jackson Lago ou do prefeito Tadeu Palácio. Castelo, segundo informou um deputado do PSDB, gostaria de ter como companheiro de chapa um membro do PDT, mas se não for possível convidará o deputado federal Pinto da Itamaraty, que aceitaria a missão.

Dispondo de números de pesquisas que lhe garantem a vitória no primeiro turno, João Castelo tem procurado ganhar o apoio do governador e do prefeito de São Luís, mas tem sentido que os dois estão caminhando em direções contrárias. “Com o seu o apoio dos dois, Castelo vence a eleição porque não existem nomes que possam enfrentá-lo nas urnas”, acredita o deputado tucano.

Por telefone, de Brasília, após conversar com a bancada federal do PSDB, o dirigente resolveu reunir o partido em São Luís, por toda esta semana, para comunicar oficialmente sua candidatura. “Não temos mais tempo a perder. É o eleitorado de São Luís que conclama nosso candidato para ser prefeito”, diz entusiasmado um dos principais assessores de campanha do pré-candidato do PSDB.

De acordo com os números de pesquisas registradas no Tribunal Regional Eleitoral, João Castelo tem mais de 40% das intenções de votos, sendo que o segundo colocado, Raimundo Cutrim, não chega a 15%. Pelo resultado da soma dos demais, o pré-candidato do PDSB liquida a fatura no primeiro turno.

Aliados mais próximos dos dirigentes da Emap defendem a realização da Convenção Municipal do PSDB para a escolha do candidato antes de junho. Acreditam que a oficialização do nome de Castelo neste momento fortalecerá mais ainda a vontade do eleitor.

Aos que procuram se o pré-candidato do PSDB terá estrutura suficiente para bancar a campanha, membros da cúpula local garantem que o diretório nacional do partido tem interesse na eleição de João Castelo. E chegam a citar a simpatia que teria o governador de São Paulo, José Serra, pelo nome do dirigente da Emap.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Descontrolado

Pequeno grupo de jornalistas e um blogueiro ínclito estão, ao que parece, desesperados com resultados de sondagens que mostram o crescimento do nome do pré-candidato a prefeito de São Luís, o engenheiro Canindé Barros.

A reação ao crescimento chegou às raias do absurdo, ao ponto do blogueiro se oferecer para denunciar cinco jornais da cidade que comentaram o fato, sem citar nomes de institutos de pesquisas ou números precisos e muito menos posição, em termos percentuais de A ou B.

Há, na verdade, algum interesse contrariado, principalmente do chefe do blogueiro, um político tupiniquim que sempre se elegeu com a ajuda dos Sarney com votos do interior e agora quer porque quer ser candidato a prefeito de São Luís.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.