Folha do Maranhão

Às vésperas das eleições, o governo do Maranhão abriu um crédito suplementar no valor de R$ 50 milhões em favor da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) para realizar obras e serviços de melhoramento de prédios e logradouros, pavimentação de ruas urbanas e conservação e manutenção de rodovias.

Carlos Brandão

Para conseguir viabilizar o crédito suplementar, o governo teve que reduzir o orçamento de várias secretárias, a exemplo do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Estado do Maranhão (Procon) que teve seus cofres esvaziados em pleno menos 30 municípios.

Além disso, o governo retirou R$ 4,3 milhões da Polícia Militar, R$ 1,7 milhão da Polícia Civil, R$ 1,7 milhão da Corpo de Bombeiros e R$ 1,6 milhão da Secretária de Segurança Pública (SSP), além de retirar R$ 1,4 milhão dos serviços de perícia oficial de natureza criminal.

A Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento (Seplan), teve seu orçamento reduzido em R$ 9,8 milhões, assim como a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, que foi de R$ 1,5 milhão, e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social em R$ 1,5 milhão.

A Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão e a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular também tiveram redução em seus orçamentos. Ao todo foram R$ 5,7 milhões e R$ 2,8 milhões; respectivamente cada.

Ao que tudo indica, as obras de recuperação e melhoramento de vias urbanas servirão para cumprir acordos políticos para as eleições deste ano. Um total de R$ 5,6 milhões serão destino a região metropolitana de São Luís, outros R$ 9,4 milhões serão destinados aos melhoramentos rodovias na região Tocantina do estado, R$ 6,9 milhões nos lençóis maranhense e R$ 1,7 milhão na região Balsas.

O governo também prevê obras na região da Baixada Maranhense, região do Baixo Munim, regiões das Serras e o melhoramento de um trecho de 40km na rodovia MA-006 no município de Formosa da Serra Negra.

No início do ano, o governo do Maranhão ainda sob o comando de Flávio Dino já tinha suplementado o orçamento da Sinfra em R$ 34 milhões. Na época, segundo o decreto, o dinheiro seria usado para a conservação de rodovias em 4 regiões do estado:  Região do Mearim, Região de Pindaré, Região do Tocantins e Região dos Gerais de Balsas.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Todo ano de eleição é a mesma coisa, é só o Tribunal de Contas do Estado ...
Leia Mais
Veja.Abril Governador do Maranhão e candidato à reeleição, Carlos Brandão (PSB) defendeu nesta semana um pacote ...
Leia Mais
A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, dia 17/8, nos municípios de São Luís/MA e São José ...
Leia Mais
"Tradição, fé e resistência". O deputado Zé Inácio (PT) esteve visitando o Quilombo Frechal, no município de ...
Leia Mais
Blog do Linhares Jr As alunas do Instituto Estadual de Educação, Ciência E Tecnologia do Maranhão ...
Leia Mais
Com um grande adesivaço realizado às 00h01 desta terça-feira (16), o presidente da Assembleia Legislativa do ...
Leia Mais

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.