Todos os compromissos assumidos pelo governador Carlos Brandão, desde que entrou em um hospital de São Paulo para fazer um procedimento cirúrgico estão suspensos e foram prorrogados por tempo indeterminado. 

Agora, com o pedido de licenciamento oficial, o governo passou a ser comandado pelo desembargador Paulo Velten, por causa da ausência do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto.

Porém, os políticos que apoiam a reeleição de Brandão começam a cobrar mais transparência  de compromissos assumidos e não  honrados em função do estado de saúde de Brandão, que permanece hospitalizado em lugar não divulgado e nem com a previsão da sua alta. Muito menos com boletins mais esclarecedores.

Todos os membros das equipe aguardam o retorno  do governador e nem eles sabem onde encontrá-lo para uma visita, exceto o de Planejamento (Luís Fernando) e da Casa Civil (Sebastião Madeira) e alguns familiares de Brandão.

Parte do mistério que se esconde por detrás da doença do governador já foi desvendada. O resultado da biópsia feita com a retirada de um cisto na região do rim descartou a hipótese de câncer.

Então, estaria mesmo o governador se escondendo das promessas financeiras de campanha e a ausência de recursos neste primeiro momento? Flávio Dino teria sido mesmo o autor da ideia para que  Carlos Brandão despareça dos olhares pedintes dos políticos? Ou o caso de saúde é mais sério do que possamos imaginar?

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.