O titular do blog, jornalista Luís Cardoso, estava almoçando ontem, 24 (terça-feira),  no Taberna Grill, no Monumental Shopping, quando o ex-governador Flávio Dino entrou em um das melhores lojas de roupas masculinas, a Di Petrus. Estava acompanhado de um homem, que pareceu segurança.

Flávio Dino

Foi cumprimentado por funcionários e só. Clientes entravam e saiam, ou permanecia e ninguém nem thum para Dino. O ex-governador sentiu na pele o tratamento. Já não era mais o mesmo. Na mesa ao lado, uma senhora comentou com a amiga: “Tenho vontade de jogar esse ovo na cara desse vagabundo, que nunca aumentou nosso salário”. Era uma funcionária pública.

Imagina se o ex-governador fosse a um restaurante no interior do Maranhão, numa cidade onde ele confiscou carro velho e moto que substituiu jumentos! Pensem em Flávio Dino passando por uma comunidade que ele prometeu tirar da miséria e a fome só aumentou?

O ex-governador pecou pela mentira. Prometeu o céu e entregou o inferno, com o capeta no mesmo pacote. Agora paga pelas centenas de promessas não cumpridas. É só mais um ex que entrou para a história como um dos piores. Um ex que terá o troco agora na eleição de outubro. É só aguardar. Se ganhar a eleição, eu fecho o blog mais lido do Maranhão.

Se perder, apenas tomem cerveja, cachaça, um porre de alegria, tudo por nossa conta. Uma pena que não possa mais fazer o mesmo depois do traumatismo que por aqui passou e não voltará nunca mais. Igual Flávio Dino!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.