A decisão do deputado federal Josimar do Maranhãozinho é aguardada com expectativa para o dia de hoje, sexta-feira (20) sobre o posicionamento do PL para a sucessão estadual no Maranhão. Ele exerce liderança entre mais de 50 prefeitos, deputados federais, estaduais e vereadores.

Várias negociações foram tratadas, mas nada concretizado. Uma delas foi a indicação da sua esposa, a deputada Detinha para ocupar a vice na chapa liderada pelo senador Weverton Rocha, publicada em primeira mão pelo Blog do Luís Cardoso, mas sem finalização.

Na eleição de 2014, Maranhãozinho obteve só ele cerca de 200 mil votos para federal, sendo o maior volume nas eleições em nosso estado, além da sua esposa que teve mais de 100 mil votos.

Somados com a liderança dos prefeitos e deputados, estima-se que o parlamentar tem hoje mais de 600 mil votos, o que daria para reverter ou ajudar um candidato a governador manter vaga ou chegar ao primeiro turno.

Político discreto, o deputado ainda consta na lista dos pré-candidatos a governador, mas por causa de operações policiais acabou não se colocando entre os três primeiros. O próprio parlamentar enxerga perseguição política no caso e, por essa razão, rompeu quando Flávio Dino ainda era governador.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.