Blog do Linhares

O ex-prefeito de Barra do Corda, Eric Costa, é algo de uma Representação Criminal do Ministério Público Federal e da Receita Federal do Brasil.

Eric Costa

Paulo César, auditor da Receita Federal, é responsável pelo relatório entregue ao Ministério Público que aponta um rombo de quase R$ 30 milhões descontados nos contracheque dos servidores municipais de Barra do Corda, que não foram repassados ao INSS, no período de 2015 a 2017.

O Procurador da República do Ministério Publico Federal, Juraci Guimarães, pede na Justiça Federal o recebimento da Representação Criminal para que seja transformada em Ação Penal e torne réu o ex-prefeito de Barra do Corda Eric Costa. Na ação, o MPF pede quatro anos e meio de prisão ao ex-prefeito.

Segundo o relatório da Receita Federal, os prejuízos provocados por Eric Costa contra a previdência social e contra os servidores públicos da prefeitura de Barra do Corda são gravíssimos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.