A mentira é praticada com amor por Flávio Dino desde quando disputou a Prefeitura de São Luís, em 2008, e perdeu para João Castelo. Fez feio em 2010 na época em que foi derrotado para Roseana Sarney no primeiro e em seguida nomeado presidente da Embratur.

Pouco tempo depois, já no exercício do cargo na Embratur, esqueceu da importância que teve Sarney ao não vetar o nome dele após ser consultado pela presidente Dilma Rousseff. Dino saiu espalhando pelos quatro cantos do Maranhão que foi o único a ser empregado pelo governo federal sem precisar do ex-presidente. Sarney reagiu a desmascarou Flávio Dino três anos depois; confira:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.