A senadora Eliziane Gama e o deputado federal Cléber Verde precisam ser investigados por usar dinheiro público para sustentar familiares de Carlos Brandão, desde quando ele era apenas vice-governador. São salários pagos mensalmente para Larissa Mesquita Brandão (esposa) e Lethícia Mesquita Brandão (filha).

Confira todos os detalhes no Blog do Neto Ferreira abaixo:

Verba pública sustentou esposa e filha de Carlos Brandão na Câmara e no Senado

Verba pública bancou salários da esposa e filha do governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB) na Câmara Federal e no Senado – Congresso Nacional- por quase 4 anos.Pesquisa mostra que entre fevereiro de 2019 e janeiro de 2022 Larissa Mesquita Brandão, esposa do socialista e primeira-dama maranhense, esteve lotada no gabinete da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) ganhando salários brutos que variavam de R$ 8,9 mil a 14,3 mil. As informações foram publicadas pelo site Folha do Maranhão e confirmadas pela reportagem do Blog do Neto Ferreira.No período, segundo o levantamento, Larissa recebeu um total de R$ 446.407,23 mil referentes à remunerações e gratificações dos cofres públicos.A esposa de Brandão foi nomeada para o cargo de assessora parlamentar de Gama, mas não há registros sobre as atividades desenvolvidas por ela no Senado Federal.Assim como a companheira, a filha do governador, Lethícia Mesquista Brandão, foi indicada para ocupar um cargo público.O nome da familiar do socialista aparece na folha de pagamento do gabinete do deputado federal, Cléber Verde (Republicanos) com salário bruto que vai de R$ 13,2 mil a R$ 14,4 mil.O Blog teve acesso apenas aos dados referentes ao período de abril de 2021 a março de 2022 disponibilizados pela Transparência da Câmara Federal. Porém a nomeação de Lethícia ocorreu em fevereiro de 2019, no mesmo período em que a mãe foi nomeada pela senadora maranhense.Nesse intervalo tempo, a filha de Brandão ganhou R$ 182.113,73 mil em salários e gratificações na Casa Legislativa Federal.No período em que as duas estiveram nomeadas como assessoras parlamentares, o socialista estava como vice-governador do Maranhão. Brandão assumiu a chefia do Palácio dos Leões – sede do governo – em abril de 2022, após Flávio Dino renunciar a cadeira para disputar uma vaga no Senado.Três dias após a posse, Brandão nomemou o próprio sobrinho, Daniel Brandão, para a Secretaria-chefe da Assessoria Especial, usando a Administração pública como cabide de emprego (reveja aqui).

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.