Se a eleição para governador do Maranhão fosse hoje, quinta-feira (30), o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), não iria declarar seu apoio para não ser injusto. Afinal, ele teve o apoio importante dos senadores Weverton Rocha e Roberto Rocha. 

Em entrevista ao programa Ponto Final, da Mirante AM, disse que “se você perceber, eu tenho nomes que estão postos aí, que mais de um nome me ajudaram na eleição de prefeito (sic). Então, eu não posso ser injusto com ninguém. Isso é algo que vai ter que ser dialogado, conversado com todo mundo, e vai chegar o momento certo”.

No primeiro turno, Braide teve o apoio do senador Roberto Rocha, mas foi no segundo turno que o também senador Weverton Rocha foi decisivo quando levou vários partidos e o terceiro colocado na disputa, deputado Neto Evangelista, para apoiar Braide e todas as lideranças do PDT.

O senador Roberto Rocha, até agora, não confirmou qual cargo disputará em 2022, mas ele pontua bem tanto para senador quanto para governador. Porém, a tendência é que dispute mesmo contra Flávio Dino a única vaga ao Senado Federal. Dino vem caindo nas pesquisas, ao passo que Rocha continua subindo. …

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.