O pré-candidato a governador pelo Palácio dos Leões, Carlos Brandão, precisa rever as táticas dos seus coordenadores de campanha, notadamente o secretário de Comunicação do Estado, o jornalista Ricardo Pinóquio Cappelli.

Foi dele a criação de uma lista em que aparecem 98 nomes de prefeituras como se os prefeitos estivessem presentes na confraternização dos amigos de Carlos Brandão. A mentira tem pernas curtas e Cappelli, por ser esperto, pensa que nós maranhenses somos todos otários.

Naquela relação, ao menos três não se fizeram presentes e nem a alma de nenhum deles rondou o Residencial Recepção. Os prefeitos de Barra do Corda, Água Doce, e Afonso Cunha estavam em suas cidades, mas o nome das prefeituras estava lá. O prefeito de Viana, Carrinho, esteve no local, não demorou, e avisou que continua apoiando  o pré-candidato Josimar do Maranhãozinho para governador.

Da mesma forma que a mente criativa do Capelobo, não, Cappelli inventou uma lista mentirosa, a propaganda do governo esconde a nossa situação de miséria, de extrema pobreza, fome, desemprego. Tudo fake news!

Mas ainda bem que existe o IBGE para desmascarar o governador, o criador de propaganda enganosa, e o pré-candidato que, quando não mentes aos outros, engana a si próprio.

Eita, Maranhão condenado!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.