A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) criticou duramente o empresário bolsonarista Luciano Hang ao apontar contradição nas teses defendidas pelo dono da Havan, em depoimento nesta quarta-feira (29) na CPI da Pandemia. Ela acusou Hang de promover distribuição do chamado kit covid – medicamentos sem eficácia comprovada contra a doença – e disseminar fake news nas redes sociais sobre a ‘imunidade de rebanho’ em detrimento de medidas de distanciamento social e da vacinação em massa.

Senadora Eliziane Gama

O senhor é a contradição em pessoa. Não só financia fake news como faz propaganda de medicamentos sem eficácia. Mas, ao mesmo tempo, defende a compra de vacinas para o setor privado. Essa postura contraditória é por interesse financeiro, lucro com a pandemia”, disse a parlamentar sobre o empresário, suspeito de ser um dos principais financiadores de ‘fake news’ de grupos bolsanaristas e divulgador do “tratamento precoce” de covid-19 em lives.

Eliziane Gama lembrou que Hang se reuniu com empresários em Brusque (SC) com o objetivo de arrecadar e distribuir medicamentos do kit covid. E questionado pela parlamentar, o empresário confirmou que fez campanha para arrecadar recursos e doar a hospitais.

“Fiz, está na rede social. Fiz e doamos o dinheiro”, afirmou.

Ao comprar e fazer arrecadação e distribuição de kit covid, o senhor está fazendo, na verdade, uma ação de política pública contrária à determinação do Supremo Tribunal Federal. Eu acho que o senhor deve ter conhecimento sobre isso, que nenhuma política pública na área da saúde pode acontecer sem um amparo científico”, disse a senadora.

‘Propagador de fake news’

Para Eliziane Gama, Hang confirmou à CPI ser um ‘propagador de fake news’ nas redes sociais ao fazer prescrição de medicação contra a Covid-19 sem nenhuma comprovação científica, inclusive recomendando a dosagem de remédios ineficazes para combater a doença.

“Está muito transparente aqui a sua posição na propagação de fake news e, infelizmente, não é exagero dizer –, para as mortes que nós estamos acompanhando hoje no Brasil”, lamentou a senadora.

‘Imunidade altíssima’

Luciano Hang também afirmou que não tomou vacina, ‘porque tem imunidade altíssima’, como o presidente Bolsonaro disse ter adquirido em encontro Boris Johnson, primeiro-ministro britânico, em Nova Iorque.

O empresário bolsonarista ainda tentou ‘sufocar a voz’ da senadora durante o depoimento, mas ela reagiu.

“Não, não. A fala está comigo. Eu pergunto e o senhor responde”, afirmou.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.