O titular do Blog ficou surpreso quando levantou os números de vários institutos de pesquisas que estão sendo feitas no Maranhão para saber do eleitorado em quem vai votar para governador em 2022. 

Exceto em poucos municípíos, a exemplo de Imperatriz, Caxias,Colinas, Santa Luzia do Tide e São Pedro dos Crentes, na ampla maioria a ex-governadora lidera com folga em pequenas e grandes cidades, como São Luís, Balsas, Santa Inês e várias outras.

Roseana Sarney tem declarado desde o ano passado que vai mesmo disputar uma vaga à Câmara Federal, mas o eleitor insiste em apontar o nome dela na hora da escolha nas pesquisas para o cargo de governador. Um fenômeno meio complicado.

Em 2018, a filha de Sarney obteve pouco mais de 30% dos votos, perdendo para Flávio Dino no primeiro turno. Já perdeu outra para Jackson Lago no segundo turno em 2006. Em 2010 ganhou de Jackson Lago e Flávio Dino e se elegeu no primeiro turno.

Mas agora a cabeça do eleitor mudou. Passou a sentir saudades de Roseana. Ela não fez um grande governo, mas deixou sua marca nas estradas, na cultura, no setor de saúde, principalmente. Porém, esqueceu de lado a agricultura e chutou a bunda da educação. Em São Luís, foi a melhor prefeita estando no cargo de governadora.

A paixão virou repentina e inexplicável. Ao ponto do deputado federal Gastão Vieira prevê que o esfacelamento da base de Flávio Dino pode surpreender em 2022 com a escolha de um nome que ninguém esperava. Sim, ela mesmo: Roseana Sarney.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.