Ideia do governador do Maranahão de ser o vice na chapa de Lula em 2022 foi apenas um sonho sonhado numa noite de verão e ficou no espaço sem retorno algum.
O partido do ex-presidente, o PT, confirmou a busca de um nome do PSD para ocupar a vaga, podendo ser o de Gilberto Kassab ou do presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, que vai entrar no partido.
Outro nome que o PT aceita é de Henrique Meirelles, que foi ministro da Economia da era Fernando Henque Cardoso. Com isso, restará para Flávio Dino ficar apenas com a disputa para o cargo de senador ou permanecer no mandato até 31 de dezembro de 2022.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.