Blog do Jorge Aragão

Nesta sexta-feira (27), o deputado federal, Pedro Lucas Fernandes (PTB), em entrevista ao radialista Jorge Aragão, ao Ponto Final, na Mirante AM, analisou o cenário político do Maranhão e fez projeções para o pleito 2022.

Pedro Lucas Fernandes

O parlamentar criticou esse início precoce da disputa dentro do grupo do Governador Flávio Dino, que tem uma disputa mais acirrada entre o vice governador Carlos Brandão e o senador Weverton Rocha, mas tem Simplício Araújo e Josimar do Maranhãozinho correndo por fora.

Com toda franqueza que eu vou falar. Eu acho que o processo eleitoral a gente começou um pouquinho cedo. Eu acho que não era razoável começar, mas começamos. Erro de todos nós e a gente tem que fazer mea-culpa”, admitiu.

Pedro Lucas acredita que, apesar da disputa intensa, o grupo continuará unido após a escolha do representante do governador.

“Todos os dois candidatos, o vice governador Carlos Brandão e o senador Weverton, estão querendo conquistar espaço para se viabilizar. Eu ainda creio na junção lá na frente, de unidade, de grupo político. Assinamos uma carta em conjunto. Daria em novembro. O certo é que os ânimos estão acirrados, mas vejo que a democracia e a política maranhense ganha, apesar dessa antecipação. O debate fica acalorado mas também a gente ganha com as propostas, ideias, recursos levados, com a dinâmica da política. Eu ainda creio na junção no mês de novembro/dezembro desse grupo político, que não vejo que está rachado, mas que tem dois grupos querendo cada vez mais espaço”, afirmou o parlamentar.

O deputado, projeta que com a entrada do ex-prefeito Edivaldo Jr. na disputa ao executivo estadual em 2022, a decisão de quem será o governador do Maranhão ficará para o segundo turno.

Eu creio que com a chegada de Edivaldo não se define no primeiro turno, independente de quem seja o candidato do governador Flávio. Com as candidaturas aí postas, vai para o segundo turno, uma eleição muito disputada, onde cada candidato tem suas características. Eu vejo com bons olhos tudo isso que está acontecendo”, projetou o deputado.

Pedro Lucas também adiantou que vai disputar estar no pleito do próximo ano e tem trabalhado para conseguir a reeleição como deputado federal. O parlamentar deu a entender que está apalavrado com o PSL para o ano que vem.

Como Coordenador da Bancada Federal, Pedro Lucas também destacou algumas ações para o Maranhão.

Clique aqui e ouça a entrevista na integra.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.