Em entrevista a TV Piauí, o presidente da República, disse que o governador do Maranhão usa do expediente de se apropriar de vacinas contra a covid-19 para fazer campanha dizendo ele (Dino) é quem está vacinando.

“Alguns governadores parecem usar deste artifício (se apropriar da compra de vacinas). O do Maranhão… Você pode ver: Quanto mais pobre é o estado, mais gordo é o governador. Por coincidência é uma realidade lá. Ele faz um jingle. Agora o dinheiro é federal. O meu governo é quem distribui. Agora ele diz lá: ‘eu estou vacinando’. Não vou entrar nessa briga aí não. Aos poucos a população vai entendendo”, afirmou Bolsonaro.

Realmente aliados de Flávio Dino encomendaram e jogaram nas rede um jingle em que atribui a vacinação ao governador maranhense, como se fosse ele o resposnável pela compra e distribuição dos imunizantes.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.