A ex-governadora Roseana Sarney, embora lidere todas as pesquisas para a sucessão do governador Flávio Dino, terá que encolher seu sonho de voltar a comandar o Palácio dos Leões.

Segundo o vice-presidente do MDB, deputado Roberto Costa, ““Há ainda quem deseje uma candidatura própria, porém um grupo minoritário”, o que esfria as pretensões da filha de Sarney dentro do próprio partido, conforme publicação hoje no Blog do Diego Emir.

Na verdade, o coração de Roseana Sarney ainda bate forte pelo retorno ao cargo de governadora, mas percebe que o jeito é ter que ficar entre os dois nomes que seu partido namora no momento: vice-governador Carlos Brandão ou o senador Weverton Rocha.

Oportunista e experiente, o MDB não costuma esmurrar faca e, por isso, se decidirá em quem apoiar lá pra março de 2022, quando o cenário estiver mais claro. Mas tem uma certeza: não terá candidatura própria para governador e nem senador.

Enquanto isso, Roseana vai ficando cada vez mais perto de onde sempre esteve muito distante: da cozinha.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.