De olho no crescmento do nome do prefeito de São Luís, Eduardo Braide, na maneira como ele vem conduzindo a vacinação na ilha, de forma organizada e célere, o governador Flávio Dino entrou na roda junina e criou o “Arraial da Vacinação”.  

Com esse recado dado pelas redes sociais, Dino vai aproveitar uma reserva técnica e parte das 300 mil vacinas doadas pelo presidente Jair Bolsonaro às quatro cidades da Grande São Luís, para aumentar o número de vacinados.

De sábado até o meio dia de domingo, initerrupto, serão vacinados pessoas de 38 anos para mais. São Luís ainda não entrou na casa dos 30 e as cidades de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa não chegaram aos 50 anos. Então não houve tempo suficiente para cadastrar esse pessoal todo e nem se tem conhecimento de que as vacinas são suficientes para esse povo todo.

As 300 mil vacinas entregues ao Maranhão pelo Ministério da Saúde, por ordem de Bolsonaro, deveriam estar nos depósitos das quatro prefeituras e não retidas pelo governo estadual.

Talvez com ciúmes do bom trabalho de Eduardo Braide, o governador queira tomar o protagonismo na vacinação, mas a população vem olhando tudo e sabe quem faz sério e quem quer fazer politicagem.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.