O governador do Maranhão, que acaba de sair derrotado da eleição na capital do estado, não deve se meter na eleição da Mesa Diretora da Câmara De São Luís. Pode sofrer mais outra derrota.

Para que ainda não sabe, nenhum prefeito ou governador que interferiu na eleição interna da Câmara saiu vitorioso. Os vereadores sempre garantiram total independência quando vão eleger os dirigentes da Mesa.

Para não cair no esquecimento, citamos aqui em grande exemplo: Epitácio Cafeteira (falecido) era governador e desejou presentear seu sogro vereador Hilton Rodrigues com o cargo de presidente da Câmara Municipal de São Luís.

Chamou vereadores ao Palácio dos Leões e começou a operação. Alguns adoraram a conversa e outros saíram mais que satisfeitos do gabinete do governador.

No dia seguinte, foram para a escolha da Mesa Direta e elegeram o vereador Raimundo Assub (falecido) para presidente, deixando Cafeteira irado e sem entender o que de fato aconteceu.

Prefeitos como Mauro Fecury, Jackson Lago e Conceição Andrade também não saíram exitosos quando tentaram eleger presidente de Câmara em São Luís.

O processo deve seguir seu curso normal e que se eleja eleito presidente quem melhor agregar o sentimento da Câmara Municipal neste momento de crise que passam a nossa e todas as outras capitais do país.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.