Não é nada cômoda a situação do candidato ao cargo de prefeito de São Luís, Duarte Jr, depois que foi vazado suposto exame em que o laboratório Lacen detectou a presença da Covid-19 no parlamentar. Por essa razão, o vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Glalbert Cutrim, pediu que o caso seja analisado pela comissão de ética por crime contra a saúde pública e decoro parlamentar.

Duarte negou que tenha ido ao laboratório no dia 5 deste e afirmou que somente no dia 11 fez o exame e testou positivo para o novocoronavírus. O laboratório confirmou o exame, mas sem muitos detalhes esclarecedores.

Deputados da Assembleia Legislativa, lembrando que a maioria odeia de uma forma ou de outra Duarte Jr, continua defendendo a cassação do mandato do parlamentar. Hoje, Junior apresentou exame que já está curado e anunciou seu retorno as ruas a partir de amanhã, sábado (21).

Outros deputados estão estranhando que o exame detectado positivo no dia 11 já permita que o candidato possa estar curado dia 19 e um dia antes tenha sido visto andando normalmente em um condomínio comercial.

A proposta da cassação do mandato de Duarte Jr tomou corpo e, ao que tudo indica, o deputado tem que se virar nos 30 para se eleger prefeito. Do contrário, nem mel e nem cabaça. Deverá voltar ao Procon.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.