Após receber inúmeros convites de filiação, o juiz federal Carlos Madeira (foto abaixo) estuda com carinho a possibilidade de assinar a ficha do PP, do deputado André Fufuca. O partido tem representação expressiva na Câmara Federal e, portanto tempo de TV e um bom fundo partidário.

Madeira recebeu ainda forte apelo do Solidariedade, sob o comando do secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, que é fiel escudeiro do governador Flávio, a quem considera como como régua e compasso. Ou seja: o partido e o seu dirigente seguem à risca a cartilha traçada pelo governador comunista.

Lideranças mais ligadas ao magistrado acham que o PV é uma agremiação mais ao centro com capacidade de aglutinar as mais diversas correntes e levar seu candidato ao segundo turno.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.