Faltando menos de um ano para a eleição do próximo ano, dia 4 de outubro, a maioria do eleitorado da capital ainda não decidiu em quem vai votar, ao contrário do pleito passado quando mais de 50% já estavam decididos entre três pré-candidatos: Eliziane Gama, Edivaldo Holanda e Wellington do Curso. A disputa foi parar no segundo turno entre Holanda, que se reelegeu, e Eduardo Braide (foto abaixo).

Todas as pesquisas realizada até agora, incluindo a mais recente da Econométrica, apontam que Braide tem a maioria da preferência do eleitor, mas a soma dos nomes citados até agora não chega a metade do total de votantes.

Isso demonstra que o quadro ainda não está claro e muito menos é seguro afirmar quem vai levar a vitória. O pleito municipal de São Luís, na sucessivas eleições do saudoso Jackson Lago, sempre apontava em menos de um ano quem seria o vencedor, ele próprio ou seus sucessores como Conceição de Andrade ou Tadeu Palácio.

Aliás, Lago foi também o responsável pela eleição do então candidato João Castelo. Nas duas últimas eleições a influência de Flávio Dino no processo foi decisiva para a vitória de Edivaldo Holanda Júnior. Na próxima eleição é bem provável que os dois estejam juntos apoiando um só nome. É aguardar e conferir.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.