A ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, recorda que já foi vítima de perseguições políticas de Flávio Dino  e afirma que o governador do Maranhão “busca projeção às custas de mentiras e distorção de falas do presidente Bolsonaro”. Confira na nota abaixo e reveja o vídeo quando ela foi impedida como prefeita de falar na sua própria cidade:

“Flávio Dino mais uma vez buscando projeção às custas de mentiras e distorção de falas do presidente.

Pra além da ilegitimidade de Flávio Dino de falar sobre retaliação, uma vez que eu mesma fui vítima da sua perseguição política e tantos outros políticos estão sendo, o governador não sabe diferenciar Gestão e pessoa. Em momento algum, o presidente Bolsonaro cogitou ignorar o Maranhão, mas unicamente a pessoa de Flávio Dino. Sempre sarcástico e debochado em suas críticas ao presidente.

“Não tem que ter nada com esse cara”, essa foi a fala do Presidente e demonstra pura e simplesmente a recomendação de Bolsonaro para o governo ignorar Flávio Dino enquanto crítico e provocador da administração, cujo único intento é se promover às custas da imagem do presidente. 

O Maranhão segue como uma das prioridades do governo Bolsonaro. Os órgãos federais já se estruturam para fazer uma verdadeira revolução nesse estado, ainda que Flávio Dino não queira.

As mentiras e dissimulações comunistas, já conhecidas no nosso estado, não impedirão o Brasil de crescer, muito menos o Maranhão de reescrever sua história”

No vídeo abaixo, o governador esteve em Lago da Pedra e não permitiu que a então prefeita da cidade falasse no palanque, mas foi vaiado pela atitude grosseira.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.