O governador do Maranhão focou no seu plano maior que é disputar a presidência da República. E pouco importa por quais meios. Recentemente ele desfez toda sua convicção ideológica, jogou na lama sua história e foi procurar ex-presidente José Sarney em Brasília, a quem até terça-feira, dia 25, o considerava o câncer do Maranhão e da política brasileira.

A jogada descarada para fazer calar a oposição no Maranhão e mostrar que é um político moderno, afeito ao diálogo e que não guarda rancor foi justificado pelo aliado Márcio Jerry na tribuna da Câmara Federal, com argumentos falsos e poucos convincentes. Confira abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.