Amigos mais próximos dos deputados Eduardo Braide (federal) e Wellington do Curso (estadual) estão apostando todas as fichas que os dois políticos estarão no mesmo palanque em 2020 na disputa pela sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. 

Em todas as pesquisas realizadas neste mês em São Luís, Braide aparece liderando com folga e em alguns cenários ganhando no primeiro turno se a eleição fosse hoje.

O deputado Wellington surge sempre em terceiro nos levantamento da Escutec e Prever, ficando atrás por pequena diferença do deputado Duarte Júnior. Então, aliados dos dois oposicionistas defendem um acordo que possibilite Braide encabeçar a chapa e Wellington indique o vice, que pode ser o vereador Sá Marques, professor do curso do parlamentar.

O acordo incluiria ainda a eleição de Wellington para a Câmara federal em 2022 em substituição a Eduardo Braide, que foi um dos mais votados no Maranhão e o primeiro em São Luís.

Só para refrescar a memória do leitor do Blog do Luis Cardoso, Braide tirou a chance de Wellington de ir para o segundo turno durante um debate na TV Mirante em 2016 e recebeu dele o apoio na segunda etapa da eleição contra Edivaldo Holanda Júnior.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.