Tão logo iniciou o segundo mandato em janeiro deste ano, o governador do Maranhão ofereceu ajuda financeira ao governo federal para concluir obras de creches que estão paradas no estado. Porém, ele se recusa a ajudar a segunda maior cidade maranhense, Imperatriz, onde obteve 80% dos votos na última eleição.

Foi só o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, estender o pires e pedir ajuda do governo estadual para recuperar algumas ruas da cidade, que ficaram destruídas pelas fortes chuvas e enchentes, para que fosse tratado agressivamente por secretários, deputado aliados ao Palácio dos Leões e pelo próprio Flávio Dino.

Governador não ajuda a recuperar nem a rua que leva o nome do pai dele, diz prefeito de Imperatriz

O governador chegou a postar em sua rede que o prefeito estaria agindo com grosseria. Talvez pelo prefeito ter mostrado a situação que ficou a rua Sálvio Dino, nome do pai do governador. Ora, desde quando pedir por sua cidade é deboche ou grosseria. Sem esquecer que Dino já recebeu com pompas e tapete vermelho o prefeito, na ânsia de que fosse virar mais um capacho político seu.

Pior mesmo foi o tratamento dado pelo deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), que classificou o prefeito de incompetente, incapaz, cínico, irresponsável e negligente, além de não ter compostura. Tudo isso por causa de um pedido para ajudar Imperatriz. Mas o prefeito reagiu a Jerry, como mostra abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.