O governador reuniu hoje oito governadores para criar o “Consórcio Nordeste” e tratar de assuntos dos estados. Na verdade, Flávio Dino montou seu palanque de pré-candidato à presidência da República para 2022. 

Desde que lançou o próprio nome no início deste mês de forma prematura à sucessão nacional, o governador maranhense passou a bater de frente ao governo de Jair Bolsonaro para ganhar mídia e atingir outro objetivo.

Dino saiu à frente fazendo oposição ao atual governo apostando que Bolsonaro será um fiasco e, em assim sendo, terá o nome fixado na cabeça dos brasileiros para o próximo pleito presidencial.

De cara o governador maranhense assumiu a liderança do encontro e passou a ser tratado pelo governadores nordestinos como o grande mestre. Objetivo inicial atingido.

Portanto, a partir de agora Flávio Dino só terá tempo para cuidar da sua pré-candidatura, esquecendo que foi reeleito em 2018 para governar o Maranhão por mais quatro anos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.