Distante do papel de destaque protagonizado nas palavras do Governador do Estado, Flávio Dino (PcdoB), o Democratas (DEM), ao que parece, está cada vez mais distante de fazer parte do governo do comunista. Como dizia Luiz Fernando: “Essa, Flávio Dino quis levar no gogó!!

De acordo com o governador, a secretaria de educação, com Filipe Camarão, e a secretaria de esportes, com Rogério Cafeteira, já pertencem ao Democratas. Agora um detalhe… esses nomes para essas pastas, foi ele próprio (Flávio Dino) quem escolheu. Onde está o protagonismo e autonomia do DEM?

Aparentemente o governador vem aprendendo muito com as táticas do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que escolheu seus ministros sem indicações partidárias… a única diferença clara e objetiva, é que lá em Brasília isso ocorreu com todos os partidos e aqui no Maranhão, Flávio Dino só fez isso com a bancada do DEM.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.