Por Kym Lopes

Esses comunistas maranhenses são muito engraçados para não dizer repugnantes. Estão irritados porque o senador Edison Lobão, amigo e ex-ministro por escolha pessoal de Lula para ser seu ministro, defende que ele seja solto imediatamente.

Flávio Dino, por exemplo, chefe do bando comunista no estado, já nas eleições de 2014 mostrou todo seu desapreço por Lula, pelo PT, com os mais pobres. Quem quiser, basta ir ao Google para encontrar as fotos do governador levantando o braço de Aécio Neves, então adversário raivoso de Lula.

Com Lula preso, poucas são as vozes que se levantam em defesa do maior presidente da história do Brasil. Daquele que defendeu os mais pobres durante todos os dias do seu governo. O maior exemplo disto foi o programa Luz Para Todos que só aqui no Maranhão levou energia elétrica para as residências de mais 2 milhões de pessoas pobres. Lula confiou a execução desse seu programa ao amigo e senador Edison Lobão. Com Lobão à frente, o Luz Para Todos beneficiou mais de 10 milhões de pessoas carentes no Brasil inteiro.

A prisão de Lula revelou a verdadeira face de Flávio Dino. Ele foi o primeiro e único governador a defender a substituição de Lula, como candidato a presidente. E como se não bastasse, humilha o PT, negando-lhe a candidatura de vice ou a uma das duas vagas ao Senado. E para sacramentar a humilhação colocou como candidata a senadora, Eliziane Gama, ante-petista de carteirinha. Logo ela que não só votou, mas lutou para fazer de Michel Temer presidente.

Por isso é que andam tão irritados os comunistas de Flávio Dino. Querem trair Lula e o povo mais pobre e jogar pedras em quem defende o ex-presidente. Para desconforto deles, Lobão já disse que continuará nessa batalha não só por ser amigo pessoal de Lula, mas por entender que essa luta é também a dos mais carentes do Maranhão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.