O Maranhão inteiro sabe que Fábio Gentil se elegeu prefeito de Caxias tendo que enfrentar duas pesadas máquinas: a da prefeitura da cidade e a do Governo do Estado. Foi o Davi contra Golias. Impôs uma derrota histórica na família Coutinho e ao governador Flávio Dino, que se elegeu deputado federal em 2006 com a maioria dos votos da Princesa do Sertão. Mesmo depois de eleito prefeito, Gentil ainda sofreu muitas humilhações do Executivo Estadual.  

Apesar de tudo, o prefeito jogou-se no colo do governador e ainda levou para os braços de Flávio Dino 15 vereadores para garantir a reeleição daquele que tentou sua morte política. Quanto custou a virada de lado? Com qual cara o prefeito vai encarar seus eleitores corajosos que derrotaram o governador?

Na verdade, Fábio Gentil imagina que saiu no lucro, político, é claro. Mas entrará para a história de Caxias como o maior traidor dos seus eleitores. Quem votou em Gentil votou contra os Coutinho e contra Flávio Dino.

O acordão foi selado ontem, dia 25, no Palácio dos Leões e muitos vereadores (outros traidores) saíram de lá sorrindo com as paredes. Teve até quem comemorasse na Zero Hum, aquele cabaré de luxo de São Luís.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.