Flávio Dino, ao que parece, imagina que a massa dos funcionários públicos do Maranhão não raciocina, não tem memória, ou é otária. Ele anuncia com festas o pagamento da metade do 13º na metade do mês de junho como se fosse uma grande novidade ou conquista. Todos os governadores sempre fizeram o mesmo. Com uma diferença: eles davam reajustes e aumentos reais nos salários, enquanto Flávio Dino vai encerrar o mandato sem nunca conceder o benefício para os mais de 100  mil servidores públicos. 

Nas redes sociais, o governador, que é crente que engana a gente, informava em estado de êxtase o pagamento da metade da primeira parcela do 13º salário para o dia 14 deste. Ora, qual a novidade? Todos os governadores das gestões anteriores faziam o mesmo.

A única diferença é que a cada ano ao menos um ou dois aumentos salarias apareciam nos contracheques do servidores. Agora, completando três anos e meio de governo, nenhum reajuste para uma classe tão massacrada pelo atual governo comunista.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.