O Palácio dos Leões monitora a cada semana o cenário político da sucessão estadual de 2018. Além disso, o desempenho e a popularidade do governador. A última, no começo deste mês de maio, nada animadora e, por isso, poucos tiveram acesso, menos o blog que não pode divulgar os números por causa da ausência do registro do levantamento junto ao TRE.

Até a metade de março, as pesquisas para consumo interno eram divididas pelos principais secretários, deputados aliados e amigos mais próximos. A escassez dos levantamentos tem sido percebido e cobrado do governo.

Até as empresas que apareciam com número mirabolantes, como a Exata, puxaram o freio de mão e nunca mais foram revelados seus números.

O exemplo mais claro de que o governo comunista não anda bem das pernas e tem as mãos trêmulas podem ser notados nas visitas do governador, quer para inaugurar ou anunciar obras. O número de pessoas que comparecem ao local tem sido cada vez mais reduzido.

O governador não tem demonstrado abertamente preocupação, mas vem se queixado de alguns candidatos aliados que estão trabalhando apenas suas eleições e deixando de lado o projeto maior, que é o da reeleição de Flávio Dino.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.