Para alguns escolhidos como convidados, uma glória passar no Palácio dos Leões o aniversário de 50 anos do chefe Flávio Dino, comemorado no dia 30 de abril passado. Para outros, que se acham amigos, fechadas as portas do Palácio dos Leões. Nem um pedaço de bolo, refrigerante, gole de champagne, dose de whisky, salgadinhos, nada. Nadica de nada!

O B-day do governador foi restrito. Lá estavam apenas os amigos e um punhado de colegas do momento, aqueles usados da mão de via dupla. Os lambe botas e muitos que se acham raros, sequer foram convidados ou alguns que até ficaram do lado de fora.

Na categoria dos humilhados, que não são poucos, nem foram lembrados prefeitos, inclusive um monte do PCdoB, deputados que espalham influências no governo, blogueiros e jornalistas usados e amassados, além dos comissionados da boquinha. Coitados!

O governador tem em comum com o ex-presidente José Sarney muitas coisas. Além do desejo de poder e a vontade de ser o absoluto, o aniversário. Sarney faz ano no dia 24 de abril, Flávio Dino no dia 30. Portanto, do mesmo mês, são regidos pelo mesmo signo: touro. Acho que todos nós temos pelo menos um bom amigo em quem confiar. Algumas pessoas se gabam de ter vários amigos, mas no fundo não são todos amigos assim, porque amigos de verdade são poucos e raros.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.