A operação começou desde hoje cedo em sete estados, incluindo o Maranhão. Dezoito prisões estão sendo cumpridas em algumas cidades e mais oito pessoas que foram detidas com materiais pornográficos.

A operação  Underground II é contra a pedofilia e pornografia infantil, sendo onze de prisão preventiva. Oito pessoas estavam com materiais pornográficos de crianças e adolescentes. No ano passado, vinte e três pessoas chegaram a ser presas na primeira fase da operação.
Aqui no Maranhão os nomes dos envolvidos ainda não foram revelados, mas sabe-se que um teve prisão preventiva.

A desvantagem da não publicação leva o cidadão a não saber se o seu vizinho ou parente é um dos criminosos. Além do Maranhão, a operação ocorre no Acre, Pernanbuco, Goiás, Rio de Janeiro, Minas e São Paulo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.