O ex-secretário Márcio Jerry é amigo dos seus amigos. Pouco importa em que condições estejam. Deu provas disso quando mandou nomear Ednaldo Neves em cargo importante na Sinfra, de onde ele saiu por atitudes nada republicanas. Na época, blogs denunciaram Neves por ligações com uma usina que vendia ao governo estadual asfalto a preços superfaturados, mesmo sendo “Asfalto Pipoca”.

Como todos sabiam que o parceiro para todas as obras, inclusive as cagadas, o homem forte do governo levou Neves para as alturas e ele foi agraciado para ser o adjunto do amigo na Secap. Ontem, ao entregar o cargo e entrar uma aventura eleitoral, Jerry voltou a mostrar que é amigo dos seus amigos.

Ednaldo Neves, que foi candidato laranja na eleição de 2012 à prefeito de São Luís para beneficiar o vencedor Edivaldo Holanda Júnior, entende de comunicação como de fabricador de asfalto esfarelado ou de coordenador político como quem conhece as regras do pau mandado.

Neves é a marionete perfeita para ser manipulado à distância pelo chefe amigo e patrão, que nem precisa dizer o que deve ser feito, ainda que o resultado do conjunto da obra seja aquilo que o gato enterra.

O ex-secretário, que vai continuar mandando nas costuras políticas, decisões finais de todo o governo, e nas verbas da comunicação, deixou a Secap com a sensação do dever cumprido: foi o melhor escudo de Flávio Dino e pode se revelar o maior coveiro de um governo ilusório.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.